Ascensão e queda da complexidade da economia brasileira:1964-2014

O gráfico acima mostra a notável evolução da complexidade brasileira no período que vai do incio dos anos 60 ate o inicio dos 90 e o também incrível retrocesso observado depois dos anos 2000. Ainda na esteira dos grandes movimentos criados na era Vargas e depois na era JK, o milagre e o II PND, […]

O que esperar de 2014

Se a tempestade perfeita não vier em 2014, os ativos brasileiros ficaram muito baratos. Com câmbio mais desvalorizado, bolsa na casa dos 50.000 mil pontos e taxas de juros longas em torno de 13%, o Brasil volta a ser atrativo. Especialmente se o governo conseguir praticar um superávit fiscal melhor no ano que entra e […]

O Euro e a dinâmica de complexidade econômica no sul da Europa

O caso europeu recente também ilustra a utilidade da perspectiva da complexidade para entender avanços e retrocessos econômicos. Há muito tempo atrás havia na Europa uma periferia pobre, composta basicamente de Portugal, Espanha, sul da Itália e Grécia (países menos complexos) e um centro rico, Alemanha, Bélgica, França, Holanda e norte da Itália (regiões mais […]

Redes produtivas: personbyte, firmbyte e cadeias globais de valor

Quando existem retornos crescentes de escala em uma firma ou setor, o aumento da quantidade de utilização de um fator de produção determina um aumento mais do que proporcional da quantidade do produto final. Por exemplo, um aumento de 10% da força de trabalho determina um aumento de 15% da produção. Empresas ou setores que […]

Como medir complexidade econômica?

Como medir a “complexidade econômica” de uma economia? Hausmann e Hildalgo criaram um método de extraordinária simplicidade e comparabilidade entre países. A partir da analise da pauta exportadora de uma determinada economia são capazes de medir de forma indireta a sofisticação tecnológica de seu tecido produtivo. Os dois conceitos básicos para se medir se um país é […]

Sera que o regime cambial da China aguenta?

O problema de ter um regime cambial rígido como o chines e´que quando os concorrentes desvalorizam não da para acompanhar! em 2015 houve forte desvalorizações das moedas asiáticas, o que atrapalhou a China. em 2016 e 2017 essas moedas voltaram a se valorizar a facilitaram a retomada da competitividade da moeda chinesa (fixa).  

Capital humano e educação, know how tácito e conhecimento produtivo

Seguindo a metáfora de C. Hidalgo e R. Hausmann, o desenvolvimento econômico pode ser entendido com o uso do brinquedo lego. São ricos e desenvolvidos aqueles países que possuem muitas peças de Lego e são capazes de montar “brinquedos” complexos. O que são as peças de Lego? São as chamadas capacidades locais de produção ou […]