A pobreza do estado de Chiapas no Mexico: falta de complexidade

O caminho para a evolução da complexidade pode ser bastante tortuoso. Inclusive do ponto de vista regional, um aumento de complexidade e produtividade resulta sempre em aumento de desigualdade num primeiro momento. A região que passa por aumento de complexidade apresenta enorme salto de renda em relacao as regiões ou cidade que não passaram por esse processo. A desigualdade de renda dentro dos centros complexos diminui muito conforme mostram os dados de Hidalgo e também um recente trabalho de Hausmann com análises detalhadas para municípios e estados no México que aparece no mapa acima.

Nas comparações entre as regiões complexas e não complexas a desigualdade explode, o que está de acordo com as dinâmicas geográficas e regionais de retornos crescentes e redes produtivas discutida anteriormente. Ou seja o aumento de complexidade dentro de uma região causa redução de desigualdade interna mas aumento a desigualdade externa na comparação com outras regiões. Alguns exemplo clássicos aqui são norte e sul da Itália, região da nova Inglaterra nos EUA e a cidade e o estado de São Paulo no Brasil e Mexico DF.

Ver Construindo complexidadeComplexidade dos estados brasileiros

http://www.hks.harvard.edu/centers/cid/publications/faculty-working-papers/la-complejidad-economica-de-chiapas

1 - FullSizeRender

2 - FullSizeRender3 - FullSizeRenderchi00chi11chi22tuxtlasan_cristobal

3 thoughts on “A pobreza do estado de Chiapas no Mexico: falta de complexidade”

Deixe uma resposta