Alexander Gerschenkron, um gigante da historia e da economia

*escrito com Rodrigo Medeiros

Alexander Gerschenkron nasceu em 1904 na Ucrânia. Com a Revolução Russa de 1917, a família fugiu para a Áustria. A ascensão do nazismo o levou a buscar refúgio nos EUA em 1939. Foi entusiasta do New Deal e colaborou com estudos para o Plano Marshall. Sua carreira acadêmica foi em Harvard, onde fez amizades com Paul Samuelson e o John Kenneth Galbraith, entres outros grane economistas da época. Seu livro “o Atraso Econômico em Perspectiva Histórica e Outros Ensaios” trata da industrialização europeia no século 19, com ênfase na Rússia e a Alemanha e Itália. Um dos pontos centrais dos escritos de Gerschenkron está no destaque que confere ao papel dos Estados nos processos de industrialização de países “retardatários”. São histórias de saltos abruptos, e queima de etapas. Encomendas preferenciais a produtores nacionais, subsídios, créditos, garantias de lucro para novas empresas–tudo isso fez parte do arsenal de medidas usadas para impulsionar a indústria russa a partir de meados da década de 1880, segundo Gerschenkron. Seu trabalho mostra a relevância do Estado-nação para o processo de desenvolvimento dos países retardatários. Mudanças estruturais podem ser aceleradas a partir de ações públicas, coletivas, sejam elas conduzidas pelo Estado diretamente ou pela iniciativa privada, quando as condições são criadas. O entrelaçamento entre ações estatais e privadas é parte do processo de desenvolvimento histórico dos países.

Deixe uma resposta