Sem indústria não há produtividade agregada

Voltando a Adam Smith, a indústria permite maior divisão do trabalho por conta de suas características intrínsecas de produção, a saber, na produção manufatureira sempre há um encadeamento longo de etapas produtivas. Para se chegar ao carro por exemplo, tem que se fazer o motor, os pneus, o chassi, os vidros, os bancos, etc. Encadeamento […]

A América Latina não conseguiu completar o salto dos produtos simples para os produtos complexos

No mapa acima podemos observar a evolução da complexidade dos 5 principais países da região: Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e México. Ate o inicio dos anos 80, Brasil, Argentina e México apresentavam ainda elevada complexidade econômica que foi sendo perdida ao longo das décadas seguintes. Com exceção do México, graças a questão a ser discutida […]

O paradoxo do café no Brasil

Vejamos o caso do café no Brasil que é bem interessante. O Brasil é café; sem café não teríamos nos industrializado e São Paulo não seria São Paulo. Talvez outra commodity tivesse desencadeado nossa industrialização como foi o caso do algodão do sul americano para a indústria que surgiu na nova Inglaterra a partir dos […]

O iPhone e o Concorde: investimento público e o papel do estado na inovação tecnológica

Os gastos militares americanos são um belo exemplo do papel do estado na inovação e fomento de novas tecnologias. Com um orçamento próximo de 600bi de dólares para 2015, os gastos americanos superam em larga monta o que se faz em outros países: China 200 bilhões, Reino Unido, França,Japão e Alemanha com gastos próximos a […]

Mapa de empregos e produtividade no mundo

As medidas de produtividade do trabalho calculadas como valor adicionado dividido por número de ocupações mostram em termos empíricos a característica propulsora de desenvolvimento econômico dos setores manufatureiros e de serviços sofisticados. São setores capazes de empregar muita gente com produtividade mais elevada do que a média da economia. Os mapas acima e abaixo mostram […]

Produtividade da economia brasileira afunda com perda de escala e de empregos industriais

A tabela acima (retirada do capitulo 8 desse livro) mostra a produtividade do trabalho nos diversos subsetores produtivos do Brasil. A industria da transformação emprega um numero razoável de pessoas com alta produtividade (ver gráfico abaixo do Credit Suisse). O setor de serviços não sofisticados emprega muita gente com baixa produtividade. O setor de serviços sofisticados emprega […]

Hubs de conhecimento produtivo no mundo: ou porque o "campo de jogo" do comércio é desigual numa topocracia

O  mapa abaixo retirado do Atlas da Complexidade Econômica mostra o espaço produtivo de 120 países no comércio internacional de 750 produtos em 2012, cada bolinha representa um produto negociado no mercado mundial em 2012. As cores representam categorias de produtos, sendo os mais sofisticados as máquinas e equipamentos na cor azul no centro.  No […]

Formigas, cigarras e gafanhotos na economia mundial

Martin Wolf, hoje talvez o mais importante colunista do Financial Times deu certa vez uma curiosa explicação sobre a situação do mundo hoje. Sua história começa com o conto das cigarras e formigas adaptado aos dias de hoje. As cigarras são o povo americano que não param de consumir, as formigas, os asiáticos, que produzem […]

O tipo de especialização produtiva importa na trajetória de desenvolvimento econômico

Existe no país hoje, e desde sempre, duas grandes correntes de economistas com visões de mundo bem distintas acerca do desenvolvimento e crescimento. Para o grupo dos chamados ortodoxos o desenvolvimento econômico tende a ser um processo natural e que depende basicamente de boas políticas internas, tais como: governo parcimonioso que não tribute demais, bom […]

O Brasil tem baixa produtividade agregada pois emprega pessoas em setores não sofisticados e de baixa complexidade

A tabela abaixo mostra o total de empregos ou ocupações no Brasil de 2011 divididas por subsetor de atividade econômica em comparação com outras economias do mundo, ricas e pobres (tabela completa no final do post). As atividades econômicas estão classificadas segundo 9 macro-setores: agropecuária, indústria extrativa, indústria da transformação, construção civil, serviços sofisticados (empresas, financeiros e imobiliários) […]

Uma crítica à teoria institucional de Douglass North a partir da perspectiva de complexidade econômica 

Dentro de países temos as mesmas instituições e brutais diferenças de produtividade entre regiões e cidades. Como explicar isso se estão todos sob o mesmo manto Institucional? Como explicar a diferença de produtividade de NY e Alabama? Ou de São Paulo e Sergipe? Ou Ainda do Norte e do Sul da Itália? A explicação da […]

Para entender a riqueza e pobreza das nações hoje: um elo perdido na historia do pensamento econômico

Nesse maravilhoso livro sobre Os Ensaios de John Cary, Sophus Reinert trata do elo perdido na historia do pensamento economico que acabou colocando a teoria econômica num beco sem saída para explicar o desenvolvimento econômico. O desserviço maior foi feito por D.Ricardo com a “estapafúrdia” hipótese de que “o que se produz não importa”. Como […]