Para entender o Desenvolvimento Economico: divisão do trabalho, retornos crescentes de escala e complexidade produtiva

Um aumento de complexidade num dado pais significa que as possibilidades de divisão do trabalho dentro das empresas e entre as empresas estão aumentando, seguindo o raciocínio da fabrica de alfinetes de Adam Smith, e que a economia esta sendo capaz de constituir de forma eficiente redes produtivas em setores manufatureiros com retornos crescentes de escala. […]

O Brasil tem baixa produtividade agregada pois emprega pessoas em setores não sofisticados e de baixa complexidade

A tabela abaixo mostra o total de empregos ou ocupações no Brasil de 2011 divididas por subsetor de atividade econômica em comparação com outras economias do mundo, ricas e pobres (tabela completa no final do post). As atividades econômicas estão classificadas segundo 9 macro-setores: agropecuária, indústria extrativa, indústria da transformação, construção civil, serviços sofisticados (empresas, financeiros e imobiliários) […]

Para entender a riqueza e pobreza das nações hoje: um elo perdido na historia do pensamento econômico

Nesse maravilhoso livro sobre Os Ensaios de John Cary, Sophus Reinert trata do elo perdido na historia do pensamento economico que acabou colocando a teoria econômica num beco sem saída para explicar o desenvolvimento econômico. O desserviço maior foi feito por D.Ricardo com a “estapafúrdia” hipótese de que “o que se produz não importa”. Como […]

Uma crítica à teoria institucional de Douglass North a partir da perspectiva de complexidade econômica 

Dentro de países temos as mesmas instituições e brutais diferenças de produtividade entre regiões e cidades. Como explicar isso se estão todos sob o mesmo manto Institucional? Como explicar a diferença de produtividade de NY e Alabama? Ou de São Paulo e Sergipe? Ou Ainda do Norte e do Sul da Itália? A explicação da […]

Manufaturas são complexas e commodities são não complexas

Para os clássicos do desenvolvimento econômico a industrialização sempre foi o caminho por excelência para se desenvolver e aumentar a produtividade de um país. Os argumentos estruturalistas têm como pilar a ideia de que o setor industrial e’ a chave para o aumento de produtividade de uma economia como vimos acima. Desde o argumento da tendência declinante dos termos de troca, passando […]