A rede global de patentes: manufaturas dominam

A rede acima apresenta um mapa global de 6 milhões de patentes que caracterizam a proximidade e dependência entre áreas tecnológicas. Aborda a estrutura tecnológica incorporada na rede de conexão entre patentes. A distância entre as áreas de tecnologia baseia-se na análise da co-ocorrência de códigos IPC atribuídos aos documentos de patente individuais. A classificação […]

Tres pequenos países ricos e complexos: Austria, Suíça e Finlândia

A aldeia austríaca de Donawitz tem sido um centro de fundição de ferro desde o século 14, quando o minério era escavado de minas esculpidas nos picos nevados nas proximidades. Ao longo dos séculos, Donawitz desenvolveu-se como o centro de produção de aço do Império Habsburgo e, no início dos anos 1900, tinha a maior […]

Regressão tecnológica no sul da Europa

Os mapas de exportação abaixo, retirados do Atlas da Complexidade Econômica (http://atlas.media.mit.edu/), mostram que houve uma importante regressão tecnológica na estrutura produtiva de Portugal, Espanha, Itália, Grécia e França desde a introdução do Euro. Todos esses países caíram de forma importante no ranking que mede a sofisticação relativa de seus tecidos produtivos entre 2000 e […]

Minas e poços de petróleo: Australia, Chile, Arabia Saudita, Kuwait, Noruega, Qatar e Emirados Arabes

Alguns países tem uma base de recursos naturais desproporcionalmente grande em relação ao tamanho da população. Nesses casos e’ possível produzir uma alta renda per capita com baixa complexidade econômica, ou seja, sem sofisticação do tecido produtivo. Alguns desses países foram alem da simples extração de recursos naturais e conseguiram desenvolver um setor de serviços […]

A grande crise cambial do plano do real

Brasil, 13 de Janeiro de 1999. O Banco Central brasileiro manda comunicado para o mercado de câmbio brasileiro avisando que não mais iria intervir para segurar nossa taxa. Chegava ao fim nossa âncora cambial implantada em setembro de 1994 para ajudar na estabilização de preços do plano real. Depois de algum crescimento, nossas contas externas […]

Raio X das contas publicas no Brasil

O Gráfico abaixo mostra um raio-x das contas públicas brasileiras. As três grandes contas da república são previdência do sistema INSS (aproximadamente 35M de pessoas), previdência do setor público (aproximadamente 1M de pessoas) e juros da dívida (bancos, fundos de investimento e de pensão públicos e privados). Somando essas contas chegamos a 17% do PIB. […]

Produtividade intra-setores e entre-setores: ou por que o trabalhador industrial é mais produtivo do que o cabeleireiro?

Rodrik traz uma perspectiva muito relevante para o estudo da produtividade em países emergentes. Destaca dois tipos de ganhos de produtividade relevante nos países: “within” e “between”. Nos aumentos de produtividade “within” um setor fica mais eficiente; digamos um cabeleireiro corta mais cabelos por dia ou uma fábrica produz mais carros por dia. Nos aumentos […]

100 anos de PIB no Brasil

A história recente da economia brasileira se caracteriza por dois longos e grandes ciclos de crescimento econômico. A fase de Getulio, que vai de 1930 a 1950 e a fase de JK e dos militares, que engloba o período 1955-1980. O gráfico acima destaca esses dois ciclos longos e aponta para o que poderá ser nosso […]

Memórias de um latino-americano!

Me lembro bem do final de 1994, início de 1995. O plano real acabava de ser lançado e a economia mexicana estava prestes a quebrar. Fruto de uma âncora cambial para acabar com a inflação implantada em 1987, o peso mexicano estava completamente fora do lugar. Sobrevalorizado e sofrendo um enorme ataque especulativo. O aumento […]

A America Latina caminha para a Africa

A partir da crise da dívida no início dos anos 80, o padrão de crescimento dos países latino – americanos se distanciou de seu registro histórico. Países como Brasil e México que exibiam altas taxas de crescimento per capita até então entram num ciclo de “stop and go ” que persiste até hoje. Com a […]

Choque deflacionário do petróleo em 2015

O gráfico acima mostra o comportamento dos preços de petróleo, gás natural, e gasolina em 2015. O derretimento do preço do petróleo causou queda imediata nos preços de gasolina e gás natural nos EUA. Os custos de transporte para a economia mundial cairam proporcionalmente, além da queda do preço do petróleo, graças às novas tecnologias […]