Estado e mercado no jogo da imitação: a invenção do computador e da internet

No filme o jogo da imitação aprendemos como o gênio Alan Turing criou um dos primeiros computadores do mundo. Tratava-se de um cérebro brilhante financiado pelo governo britânico para tentar decodificar o sistema ENIGMA usado pelos nazistas para transmitir de maneira criptografada via rádio as ordens diárias de ataque e defesa para todas as tropas alemãs espalhadas pelo globo. Um filme espetacular, vale a pena assistir. Guiado por seu brilhantismo, domínio da lógica e gosto por quebra cabeças e criptografia, Turing criou o computador. Decodificou o sistema ENIGMA e ajudou os aliados a vencer a guerra. História curiosa e parecida com a criação da internet. O medo de bombardeios soviéticos aos grandes servidores americanos na guerra fria incentivou a pesquisa militar e pública a novos protocolos de transmissão e comunicação entre máquinas, assim foi criada a internet, protocolos TCP/IP etc. Da ate pra dizer que o computador nasceu filho da segunda guerra mundial e a internet filha da guerra fria com grandes gastos militares dos governos americano e inglês.

Bom texto sobre o tema: https://mobile.nytimes.com/2012/05/06/books/review/turings-cathedral-by-george-dyson.html?referer=https://www.google.com.br/

1 thought on “Estado e mercado no jogo da imitação: a invenção do computador e da internet”

Deixe uma resposta