Minha vantagem comparativa é lavar louça! E agora?

Bom, então a “teoria das vantagens comparativas” dirá: se especialize nisso e troque por bens e serviços que vc precisa no mercado de trabalho! A ideia é: faça o que vc sabe de melhor e troque isso por coisas que vc não consegue fazer bem. Mas e se vc não saber fazer nada de bom? Não parece esquisito isso? Claro que temos que assumir que não há “Learning by doing” e efeitos de aprendizagem tecnológica em relação aos bens sujeitos ao comércio para que a ideia de vantagens comparativas faça sentido. Há uma diferença brutal entre produzir bananas e aviões! Quem tratou bem disso foi, por exemplo, o Paul Krugman com sua nova teoria do comércio e J. stiglitz / B. Greenwald no livro “Creating a Learning Society” feito Em homanagem a K. Arrow e suas ideias sobre o tema. Vale a pena ler! Gravei um vídeo sobre o tema:

Deixe uma resposta