O comércio mundial visto como uma rede

A rede acima ilustra o mercado total de blown glass (produto top 1 do Observatório do Complexidade Econômica) com todos os países conectados por suas arestas. Trata-se de uma rede com 133 nós e 962 links que conectam todos os países entre si segundo produto que vai do pais A para o país B medido por presença […]

Só a Educação não basta para o Desenvolvimento Economico

Da perspectiva da complexidade econômica, a “educação produtiva relevante” do país é o conhecimento tácito que está nas empresas e nas atividades e, portanto, não se aprende na escola. É uma questão de on the job experience. Medindo a complexidade, o Atlas da complexidade capta bem melhor o conhecimento relevante para produzir. Um músico ou um tenista […]

Treemaps coloridos para entender a riqueza e pobreza das nações

O termo Big Data vem sendo utilizado atualmente em diversos contextos para descrever a crescente explosão de dados disponíveis no universo digital. O Big Data, na sua raiz, trata de um grande volume de dados com grande velocidade. Em economia talvez o primeiro e mais relevante banco de dados de Big Data criado seja o Atlas […]

A topologia da rede mundial de tecnologias ancora os países pobres na periferia do sistema produtivo

Vamos imaginar que o domínio tecnológico de uma economia está embutido em sua estrutura produtiva. Vamos imaginar uma rede construída a partir dessas competências e capacidades tecnológicas. Vamos imaginar que algumas tecnologias/produtos estão mais próximas do que outras. Esse rede de capacidades pode se expandir em determinadas direções, sempre dependente de sua trajetória passada (path […]

Só alguns países do mundo são capazes de produzir carros

A rede abaixo com 117 países e 4.822 links mostra a configuração do comercio mundial de carros representada pelos principais exportadores do mundo. Japão se destaca exportando para 204 países em 2014, de um total de 234 países no mundo. Quanto maior o HUB, maior a quantidade de países atingidos pelo pais exportador. Trata-se de […]