Viva a indústria

image

O gráfico acima mostra as taxas de crescimento do PIB e da indústria brasileira desde de 2002. Não é difícil perceber que o PIB é uma versão modulada da serie da indústria. Ou de outro modo, a indústria é um PIB extremado. O gráfico ilustra o que os economistas chamam de relação Kaldor-Verdoorn em homenagem aos dois grandes que pesquisaram sobre o tema. Eles repararam que sempre que a indústria cresce ela é capaz de gerar ganhos para o resto da economia arrastando o crescimento de outros setores. A indústria é o motor do crescimento. Até por que é ela quem gera demanda para os outros setores não manufatureiros. Os setores de serviços tendem a ficar andando de lado sem grandes estímulos bombásticos. Os economistas gostam dessa relação pois ela também mostra que a industria é muito elástica em relação a capacidade de produzir mais. Claro. Basta adicionar turnos e máquinas e pronto. Isso dá um efeito bom em termos de produtividade. Com o mesmo estoque de trabalhadores o forte aumento de produção industrial significa aumento de produtividade. Mais lucro e mais salários. Esses os retornos crescentes industriais.

Todas grandes desacelerações de nosso PIB estão associadas a quedas da indústria. No restaurante, cabeleireiro, banco, vc vai toda a semana, faça chuva ou faça sol. Agora, trocar de carro, comprar eletrodomésticos, eletrônicos, etc… não é assim tão simples. O consumo de bens duráveis é bem mais volátil. No diagrama de dispersão dá para ver que o crescimento do PIB no Brasil é grosso modo a metade do crescimento industrial mais 2.3%. Uma regrinha interessante essa. Me lembro que o Delfim dizia que nosso crescimento era sempre a industria menos 2% ou algo do gênero. Essa regra ajuda bem a tentar prever o PIB de anos vindouros.

2 thoughts on “Viva a indústria”

  1. Foi traçado uma regressão simples entre variação do PIB e variação da indústria? Ou foi considerado alguma outra variavel? Poderia explicitar este impacto abrindo em setores? Há uma grande preocupação com a agricultura no país, ela não teria representação na variação do PIB?

    1. exato. uma regressão ultra simples para ilustrar o ponto. essa relação em economia é conhecida como lei de Kaldor. existem varios estudos detalhados para o Brasil, mostrando inclusive o papel da agricultura e serviços!

Deixe uma resposta