Curso EAD Online de Economia para entender o Brasil, matrículas abertas até sexta-feira 20/Maio

Entenda de forma simples em 10 aulas porque o Brasil não conseguiu alcançar o patamar de nação rica. Os temas principais tratados no curso para entender essa questão serão: desenvolvimento econômico, desigualdade e complexidade. As aulas são transmitidas em vídeos didáticos e simples, podendo ser acompanhados por quem não é economista. Cada aula tem duração […]

O Reino Unido migrou da indústria para os serviços sofisticados

*escrito com Daniel Bispo Atualmente, a economia inglesa é a décima primeira economia mais complexa do mundo e está entre os trinta maiores PIBs per capita do planeta. Tem também o 15º maior IDH, acima de países como Estados Unidos, Bélgica e Japão. Em 1973, o Reino Unido entrou na Comunidade Econômica Europeia (CEE), a […]

Vagões, tratores e autopeças: a complexidade da Iochpe-Maxion

*escrito com Pietro Parronchi UFABC Um caso que também nos serve de exemplo na dinâmica de ganho de complexidade produtiva a partir de produtos com elevada “conexão produtiva” e evolução corporativa é a companhia gaúche Iochpe-Maxion. Fundada em 1918, no Estado do Rio Grande do Sul, teve como ramo inicial o segmento madeireiro, e pelas demais […]

O Modelo de Desenvolvimento Nacional no Governo Vargas

*escrito por Uallace Moreira para o BLOG Getúlio Vargas governou o Brasil entre 1930-1945 e depois entre 1951-1954. Vejamos alguns indicadores do seu governo. Se consideramos o período de 1930 a 1945, Vargas teve uma taxa média de crescimento de 4,0%. É importante lembrar que nesse período o Governo Vargas enfrentou as consequências da crise […]

A benevolência do padeiro e a contradição básica de Adam Smith: quando o mercado não resolve?

Smith nos ensina que a carne e o pão são vendidos pois o padeiro e açougueiro querem ganhar dinheiro. Não é da benevolência deles que vêm nossos alimentos. O egoísmo dos produtores na busca do lucro promove “o bem estar da sociedade” através da venda (e compra) dos produtos no mercado. O sistema de preços […]

As redes complexas dos físicos trouxeram nova dimensão empírica para os estudos de desenvolvimento econômico (só não vê quem não quer)

Não dá mais para falar do impacto de instituições, geografia ou capital humano no desenvolvimento econômico sem falar dos produtos do comércio internacional. O estudo mind blowing de Barabasi, Hidalgo, Hausmann e Klinger mostram que a trajetória do sistema produtivo do país no tempo condiciona sua renda per capita corrente e futura. As novas técnicas […]

A importância dos Chaebols para entender a riqueza da Coreia do Sul

*escrito por Felipe Augusto no seu livro mais recente, Aghion (coautor do artigo) deixa claro que o espetacular crescimento econômico coreano entre 1960 e 1995 se deve aos Chaebols, os quais foram impulsionados por políticas industriais. Não fosse pela escolha deliberada de criar uma indústria nacional, fornecendo aos Chaebols apoio financeiro e proteção comercial e […]

Livro Brasil uma economia que não aprende: novas perspectivas para entender nosso fracasso

*escrito com Andre Roncaglia Nosso livro percorre a história das ideias econômicas sobre a riqueza “invisível” das nações: o conhecimento. O incrível avanço da ciência e da tecnologia nos levou do motor a vapor à eletricidade, do transístor aos semicondutores, e do computador à inteligência artificial. A humanidade sempre dependeu do conhecimento para dar saltos […]

A Suíça rica exporta medicamentos, o Brasil pobre exporta óxido de alumínio!

*escrito com Felipe Augusto Machado A produtividade varia muito a depender dos setores. Isso é provavelmente ainda mais acentuado quanto mais desagregado for o dado. Setores/produtos/atividades possuem capacidades distintas de gerar inovação e transbordamentos. Por exemplo: O produto industrializado mais exportado pela Suíça em 2017 foi medicamentos. O produto químico mais exportado pelo Brasil em […]

Dinamarca tem carga tributária de 50% do PIB e economia super competitiva!

*escrito com Wilson Andrade A pequena Dinamarca, na península da Jutlândia, possui grandes empresas globais no ramo farmacêutico. Empresas como Novo Nordisk, LEO Pharma, Genmab, Lundbeck, Zealand Pharma. A Novo Nordisk é a líder global no tratamento de diabetes, sendo a maior fornecedora de insulinas, produzindo metade de toda insulina consumida no mundo. A LEO […]

Estagnação da produtividade no Brasil: piora da estrutura de empregos

Por que a produtividade da economia brasileira não aumentou nos últimos anos? A resposta é simples. A grande maioria dos empregos gerados foi em setores com baixa produtividade intrínseca: construção civil, serviços não sofisticados em geral (lojas, restaurantes, cabeleireiros, serviços médicos, call centers, telecom, etc…), serviços de transporte (motoristas de ônibus, caminhões, pilotos de avião), entre […]

O papel do Estado e da indústria bélica no sucesso tech de Israel

*escrito com Ligia Zagato A história bem-sucedida do setor de TI de Israel é, em grande medida, a história recente de sucesso do próprio país. Durante as décadas de 1950 e 1960, o Estado israelense adotou planejamento de longo prazo e políticas industriais tradicionais, em geral protecionistas, para fomentar setores e indústrias específicos, como os […]

O setor industrial é a escola produtiva da economia

*escrito em coautoria com André Roncaglia. Sem indústria, a economia fica burra, todos empobrecem e não há aumento de salários de forma sustentada. Isso ocorre no Brasil há 40 anos. Por isso, afundamos num buraco sem fim. O centro da economia mundial tem alto conteúdo tecnológico proprietário em seus produtos, logo, tem poder de monopólio […]

Sem o investimento público de governos dos EUA, Russia e China não teríamos vacina para o Covid

*escrito com Felipe Augusto e André Roncaglia, alguns trechos traduzidos de matérias do Washington Post abaixo Qual empresa tomaria o risco de investir numa vacina para qualquer vírus do Futuro? O governo americano, claro. Faria sentido para uma empresa privada investir milhões num projeto para desenvolver vacinas potenciais genéricas para vírus que possam surgir no […]

Nosso satelite Amazônia-1 voa por milagre!

*escrito com Luis Felipe Giesteira O sataletie Amazônia 1  é indiscutivelmente grande feito do PEB (Programa Espacial Brasileiro). Apesar de menor do que os CBERS (feitos com a China), pesa 630 kg e carrega equipamentos relativamente avançados de fabricação nacional, num projeto 100% brasileiro. Destacam-se a camera WFI de alta resolução (desenvolvida pela Akaer, mesma […]

50 anos de exportações no Brasil: não aprendemos nada!

Esses gráficos retirados do atlas da complexidade econômica mostram a evolução das exportações brasileiras desde os anos 60. É possível ver a mudança de nossa estrutura produtiva no sentido de bens mãos mais sofisticados e complexos até os anos 90. Depois começa uma regressão no sentido de produtos agrícolas e minerais que perdura até hoje!