A cadeia produtiva da Embraer: tecnologia made in Brasil

A Embraer, uma das maiores fabricantes de aeronaves do mundo, possui uma cadeia produtiva robusta e bem estruturada no Brasil, com uma concentração significativa de fornecedores em São José dos Campos, onde está localizada sua sede principal. Esta cadeia produtiva é essencial para a fabricação e montagem de aeronaves e é caracterizada por uma estreita colaboração com diversos fornecedores locais, que fornecem desde componentes eletrônicos até peças estruturais e serviços especializados.

Estrutura da Cadeia Produtiva da Embraer

  1. Fornecedores de Componentes e Matérias-Primas: A Embraer conta com uma ampla gama de fornecedores de matérias-primas, como alumínio, titânio e compósitos, bem como de componentes eletrônicos e sistemas de aeronaves. Entre os fornecedores locais, destacam-se empresas como a Avibras e a Akaer, que fornecem partes estruturais e sistemas eletrônicos.
  2. Montagem e Integração: Em São José dos Campos, a Embraer realiza a montagem final de suas aeronaves. Este processo envolve a integração de milhares de componentes que são fabricados tanto internamente quanto por fornecedores locais. A Avibras, por exemplo, está envolvida no fornecimento de sistemas e componentes estruturais para diferentes modelos de aeronaves.
  3. Engenharia e Desenvolvimento: A Embraer investe fortemente em pesquisa e desenvolvimento (P&D) para manter-se competitiva no mercado global. São José dos Campos, com seu polo tecnológico, oferece um ambiente propício para inovação, onde a Embraer colabora com instituições como o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Parque Tecnológico São José dos Campos.
  4. Serviços e MRO (Manutenção, Reparos e Operações): A Embraer também conta com uma rede de fornecedores de serviços de manutenção e reparos. Empresas locais oferecem serviços especializados que garantem a operacionalidade e a segurança das aeronaves produzidas.

Conexões com Fornecedores Locais em São José dos Campos

  1. Parceria com o ITA e o Parque Tecnológico: A proximidade com o ITA e o Parque Tecnológico São José dos Campos facilita a Embraer na contratação de mão de obra altamente qualificada e no desenvolvimento de novas tecnologias. Esses centros de excelência são fundamentais para a pesquisa em engenharia aeronáutica e inovação.
  2. Empresas Locais como Fornecedoras Estruturais: Empresas como a Latecoere do Brasil, especializada em aeroestruturas, e a GKN Aerospace, que fornece componentes para a fuselagem e sistemas de asas, são exemplos de fornecedores essenciais localizados em São José dos Campos e região.
  3. Colaboração com Pequenas e Médias Empresas (PMEs): A Embraer colabora com várias PMEs, que fornecem componentes específicos e serviços personalizados. A empresa promove a integração dessas PMEs na sua cadeia produtiva, contribuindo para o desenvolvimento econômico regional.

Impacto Econômico e Tecnológico

A cadeia produtiva da Embraer em São José dos Campos gera um impacto significativo na economia local e nacional. A empresa não só cria empregos diretos, mas também impulsiona a criação de empregos indiretos através de sua vasta rede de fornecedores. Além disso, a parceria com instituições de ensino e pesquisa fortalece a capacidade tecnológica do Brasil no setor aeroespacial.

Exemplos e Números

  • Empregos Diretos e Indiretos: A Embraer emprega diretamente cerca de 18 mil pessoas no Brasil e indiretamente milhares através de sua rede de fornecedores.
  • Investimento em P&D: A empresa investe aproximadamente 10% de sua receita anual em pesquisa e desenvolvimento, grande parte desse investimento é realizado em São José dos Campos.
  • Fornecedores Locais: Mais de 50% dos componentes das aeronaves da Embraer são fornecidos por empresas brasileiras, muitas das quais estão localizadas em São José dos Campos.

A Embraer, com sua cadeia produtiva bem estruturada e integrada com fornecedores locais, desempenha um papel crucial no desenvolvimento do setor aeroespacial no Brasil, especialmente na região de São José dos Campos, contribuindo para a inovação tecnológica e o crescimento econômico.

1 thought on “A cadeia produtiva da Embraer: tecnologia made in Brasil”

  1. legal. voce ja tinha colocado esse post; tinha uma vaga noção. bom republicar . Agora, só está faltando o numero de emprego gerado, o valor da massa salarial envolvido e o lucro medio e informacoes qualitativas: se os fornecedores são empresas nacionais e as conexões desses fornecedores. Acho que deve ter mais para informar.

Deixe uma resposta