A recuperação econômica vai ocorrer no Brasil, mas continuaremos um país pobre

A recuperação da economia brasileira vai ocorrer, mais cedo ou mais tarde. Trata-se de absorver a enorme capacidade produtiva que foi criada pais a fora nos setores de varejo e imobiliário – junto com a reciclagem de dividas tomadas no longo ciclo de expansão de credito 2005-2013. A depreciação das maquinas, a quitação de dívidas, a desvalorização cambial e a lenta melhora do mercado de trabalho acabarão por recolocar a economia brasileira nos trilhos. Talvez em 2020 consigamos alcançar o nível de PIB de 2014. Talvez em 2021 o desemprego se aproxime de níveis mais baixos, próximos a 7%. Mas essa recuperação não traz obviamente desenvolvimento econômico e enriquecimento. Trata-se no jargão dos economistas de uma recuperação cíclica de conjuntura e não de uma mudança estrutural que leva ao enriquecimento. Para o Brasil enriquecer de fato precisaria haver uma transformação de nossa estrutura produtiva no sentido de sofisticação: industrias high tech e serviços empresariais sofisticados; uma tarefa extremamente difícil para um pais com mais de 200 milhões de habitantes e que está perdendo a corrida tecnológica mundial. Basta ver o que está ocorrendo na Ásia dos últimos 20 anos. A América Latina e o Brasil regridem e a Ásia do Leste avança!

Por que o desenvolvimento econômico não ocorre naturalmente em todos os países? Monopólios e concorrência monopolistica no mercado mundial

 

2 thoughts on “A recuperação econômica vai ocorrer no Brasil, mas continuaremos um país pobre”

  1. O desenvolvimento só irá ocorrer no dia em que o governo fizer uma retirada LENTA E GRADUAL DE TODOS OS IMPOSTOS QUE INCIDEM SOBRE A ENERGIA, pois não há trabalho sem consumo de energia. Dúvidas, estou ás ordens

    1. Não só sobre a energia, mas diminuir sobre o consumo de modo geral e aumentar na renda dos mais ricos. Enfim, copiar a receita que os países desenvolvidos seguem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *