Austrália e Nova Zelândia na indústria tech de alimentos (não é ovelha e leite!)

*escrito com Gabriel Galipolo

As pessoas acham que não existe indústria na Austrália e Nova Zelândia. Nunca ouviram falar de tech food e das fábricas e máquinas lá instaladas para a produção desses “alimentos do futuro”. Soro do leite para absorver a proteína o mais rápido no sangue possível depois do treino faz Isolamento de água/ hidrólise do leite. Wheyprotein. Creatina que é aminoácido que recompõe atp. Temos no Brasil uma marca mas que traz creatina da Alemanha. Xilitol. Ketchup e mostarda sem sódio e açúcar. Hambúrguer sem carne. Salmão no Chile tem até ração com tinta, é tudo menos salmão. É como o café em grão e a cápsula de café. Um pote de Synta 6 de 1,3kg custa R$500,00. Pote de Wheyprotein custa R$300,00 e litro de leite R$1,50! Isso é processamento de alimentos high tech (indústria). E por aí vai!

Guerra de marcas de wheyprotein:

https://www.nextgenerationsupplements.com/australian-protein-powder-vs-usa-protein-powder-what-is-the-difference/

Deixe uma resposta