Faz diferença produzir carros ou bananas? Ainda sobre a causa da riqueza das nações

Fazer carros é uma atividade econômica trivial? Da na mesma plantar bananas ou produzir carros? É razoável imaginar que um país deve se especializar na produção de bananas para trocar no mercado mundial por produção de carros? E as diferenças de poder monopolístico e lucro das marcas de veículos? E as economias de escala e […]

Breve história de nosso carro nacional Puma VW

*escrito por Luiz Carlos Gertz para o BLOG Em 1968 era lançado no Brasil um esportivo genuinamente nacional, o Puma. As belas linhas da carroceria inspirada no Lamborghini Miura e a posição de dirigir de carro esportivo o transformaram num dos mais desejados do Brasil. Para uma empresa que produzia carros de forma extra-série pode-se […]

De ventiladores a turbinas: a empresa “brasileira” Celma

*escrito com Luis Felipe Giesteira Nascida como fabricante de ventiladores, a Celma começou ainda nos anos 50 a fazer manutenções superficiais de hélices para a Varig, graças a estímulos públicos no governo JK. Nos anos 70 participou no desenvolvimento do Xavante, e a seguir, no âmbito do Projeto AMX, foi uma das beneficiárias do offset […]

As instituições importam! Mas nao como Douglass North imagina

*escrito por Luis Felipe Giesteira As instituições importam, mas de forma bem diferente da literatura Douglass North e Daron Acemolglu. Polanyi, Hirschmann e Developmental State, e Evans dos anos 2000 sao um caminho muito mais promissor para entender como os países ricos ficaram ricos. A coluna vertebral do institucionalismo desenvolvimentista é a que Gerschenkron definiu: […]

Governo americano ajudou a criar o controle remoto e bebidas isotônicas junto com empresas do complexo militar!

* Escrito com Mário Martins Oliveira Júnior A tecnologia de infra vermelho para teleguiar mísseis na Guerra Fria que hoje serve para mudar o canal da televisão via controle remoto: foi feito pelo governo americano em conjunto com as empresas via complexo industrial militar. O Gatorade foi feito a base de um energético que era […]

A verdadeira história do capitalismo

Em seu livro Maus Samaritanos Ha Joon Chang utiliza a expressão para se referir a grande maioria dos economistas, especialmente os excessivamente liberais, que acabam atrapalhando o desenvolvimento econômico por conta de suas idéias equivocadas em relação ao tema. Ao restringir o espaço de ação dos governos nacionais e proibir a utilização de políticas que […]

Educação não é tudo que o Brasil precisa para se desenvolver!

*escrito com João Romero Será q não produzimos e exportamos bens mais sofisticados em função de baixa educação? Não é bem assim. Educação é importante, mas não é tudo. Capital humano envolve tb conhecimento tácito, adquirido via experiência/prática (na atividade e formação de redes – relação c/ investidores, fornecedores, distribuidores, unis,etc). Produzir p/ ganhar experiência […]

Treemaps coloridos para entender a riqueza e pobreza das nações

O termo Big Data vem sendo utilizado atualmente em diversos contextos para descrever a crescente explosão de dados disponíveis no universo digital. O Big Data, na sua raiz, trata de um grande volume de dados com grande velocidade. Em economia talvez o primeiro e mais relevante banco de dados de Big Data criado seja o Atlas […]

As etapas seguidas pela China para desenvolver seu caça de guerra, o Chengdu J-20

*escrito por Henrique Fernandes Alvarez Vilas Porto para o BLOG A China, durante os anos 1960, iniciou uma importante empreitada de busca da autonomia no desenvolvimento de aeronaves de combate a jato. A partir de cooperação com a URSS, a Chengdu Aircraft Industry Corporation (CAC) e, posteriormente, a Shenyang Aircraft Corporation (SAC), subsidiárias da Aviation […]

IBM diz que criou o menor e mais poderoso microchip do mundo

*escrito por Wilson Andrade A IBM é a primeira companhia no mundo a apresentar um chip de 2nm. Com chips de 2 nanômetros, as baterias de telefones celulares podem durar quatro vezes mais, e os notebooks podem ficar muito mais rápidos. A maioria dos chips de computador que alimentam os dispositivos atuais usa tecnologia de […]

A revolução industrial não foi causada por reformas institucionais na Inglaterra

A Revolução Industrial NÃO foi causada por reformas institucionais. Acemoglu e Robinson, em Why Nations Fail, argumentam que a Revolução Gloriosa criou “instituições inclusivas” que deram início à industrialização britânica. Suas reivindicações baseiam-se na noção de que a Revolução Gloriosa fez do Parlamento uma instituição onde os detentores de riqueza poderiam restringir a monarquia e […]

Governos da China, Coreia e Japão fomentam o complexo industrial militar para competir na guerra tecnológica mundial

*escrito com Uallace Moreira Os governos da Coreia, China e Japão estão estimulando e realizando substanciais investimentos para o fortalecimento do complexo industrial militar e espacial. Isso faz parte da política industrial desses países. O ministro da Defesa, Suh Wook aprovou o plano para produção de mais de 200 unidades dos mísseis táticos terra-terra KTSSM […]

Por que o governo britânico poderia pensar em salvar as siderúrgicas e não o restaurante do Jamie Oliver?

*escrito com Felipe Augusto Machado Artigo da revista The Economist ( https://amp.economist.com/britain/2019/05/22/bail-out-british-steel-why-not-jamie-olivers-restaurants-too?__twitter_impression=True ) traz à tona discussões sobre caminhos para o desenvolvimento econômico e algumas das maiores limitações do pensamento liberal como base teórica que se propõe a explicar o processo de riqueza das nações. A artigo da Economist basicamente equipara os setores de restaurantes […]

Toyopet Crown, o primeiro fracasso da Toyota nos EUA

As empresas japonesas começaram copiando produtos da Europa e EUA e depois conseguiram se sofisticar e produzir sua marcas próprias. Toyota é um caso interessante de empresa que quase foi a falência, foi salva pelo governo japonês e depois se tornou a gigante atual (ver ha joon Chang 2003, Chutando a Escada). Os primeiros toyopet […]

Macroeconomia estruturalista: o que há de novo?

Para os clássicos do desenvolvimento econômico a revolução industrial era o caminho para o crescimento econômico. A estrutura produtiva e as diferentes características de cada atividade econômica eram a chave para se entender a pobreza e riqueza das nações. Não havia macroeconomia no pensamento deles, ou pelo menos muito pouco. As variáveis macroeconômicas não poderiam […]