Como a União Soviética ajudou a Finlândia ao vencer a guerra: do agro para indústria

*escrito com André Roncaglia Qual é o gatilho para o desenvolvimento industrial dos países? Esta é uma pergunta essencialmente histórica, sujeita às particularidades institucionais e estruturais de cada país. No entanto, o mecanismo que promove a mudança é conhecido há bastante tempo. O tipo de limonada importa… Ao final dos anos 1940, a Finlândia recebeu […]

A Escada Tecnológica do Desenvolvimento Econômico

*trecho de meu novo livro escrito com o brilhante economista André Roncaglia O gráfico acima retirado desse paper de Jesus Felipe mostra que o enriquecimento dos países depende do domínio produtivo de produtos sofistciados (indice PCI alto). No eixo X temos o PIB per capita médio dos países que produzem cada um dos 5107 produtos plotados […]

Resumo da Nova Teoria do Comércio Internacional

A nova teoria do comercio é na verdade uma coleção de modelos econômicos de comércio internacional que destaca o papel de retornos crescentes de escala e efeitos de rede, que foram desenvolvidos no final dos anos 70 e início dos anos 80 por economistas liderados por paul Krugman. Os novos teóricos do comércio trocaram a […]

Serviço nacional de aprendizagem industrial (SENAI): caso de sucesso na parceria Estado + Mercado na Indústria Nacional

*escrito por Tarcísio Romero de Oliveira para o BLOG A educação é condição necessária, mas não suficiente, para o desenvolvimento industrial. Entretanto é importante lembrar que o Brasil possui um serviço educacional focado na formação de profissionais para a Indústria que é referência até hoje no mundo. Criado em 22 de janeiro de 1942 pelo […]

A importante transferência tecnológica do caça Gripen NG ao Brasil

*Escrito por Luís Felipe Giesteira e Marcos José Barbieri Ferreira para o BLOG Projetos Estratégicos de Defesa:O caso do caça Gripen NG da FAB. No dia 13 de dezembro de 2013 foi anunciado o resultado do moroso e disputado processo de escolha do caça principal da FAB, o Projeto F-X2. O vencedor foi o Gripen […]

Nosso tucano vai continuar a voar na esquadrilha da fumaça? Nosso acordo militar com os EUA foi bom?

*escrito com Felipe Giesteira Foi exaustivamente divulgado que o acordo militar assinado domingo último entre Brasil e EUA para a cooperação militar que teve seus primeiros passos dados ainda no governo de Michel Temer. Não é sem curiosidade observar que a cooperação militar com os EUA “de facto” tem seu início triunfal com a notável […]

O fantástico trem de pouso do cargueiro Embraer KC-390: made in Brazil

Uma das coisas incríveis do novo cargueiro militar da Embraer, o KC-390, é o trem de pouso capaz de suportar o peso de cargas gigantes. Quem produziu foi uma empresa brasileira chamada ELEB, hoje uma JV alemã/Embraer (portanto não mais brasileira). São trens de pouso capazes de suportar as 84 toneladas do novo avião militar; […]

Embraer KC-390, o cargueiro de guerra brasileiro que nasceu graças ao apoio do governo (PAC)

*escrito com Gustavo Rojas A dominância dos governos como clientes preponderantes no segmento militar é de grande importância no mundo todo. Os contratos de compras de aeronaves militares geralmente incluem contratos de “offsets”, contrapartidas em termos de transferências de tecnologias destinadas aos governos compradores. Estas condições diferenciadas do mercado de aeronaves militares podem reduzir as […]

Serviços sofisticados não são cortes de cabelo! São indústrias high tech!

*escrito com Fausto Oliveira Países ricos empregam muita gente em seus setores manufatureiros e de serviços sofisticados e têm uma estrutura produtiva complexa. Países pobres não foram capazes de constituir uma estrutura produtiva complexa e são incapazes de constituir e empregar seus trabalhadores em setores de serviços sofisticados. China e Índia têm uma porcentagem baixíssima […]

A China vai agora fortalecer seu mercado interno e investir ainda mais em tecnologias para lutar contra os EUA

*escrito com Uallace Moreira Com o acirramento dos conflitos com os EUA, a China redobrará os esforços para impulsionar a demanda doméstica liderada pelo consumo e o investimento em auto-suficiência tecnológica, enquanto continua a lucrar da melhor forma possível, principalmente considerando um cenário onde há indícios de diminuição da globalização. Essa nova estratégia tem sido […]