Bolsas dos EUA nas máximas, NVIDIA surpreende

O grande destaque do momento é o resultado da empresa americana NVIDIA que produz placas, chips e microprocessadores para a revolução da inteligência artificial. Esta empresa começou fabricando placas para games, com chips e processadores que trabalham de modo simultâneo para melhorar a qualidade das imagens e acabou se tornando a fronteira tecnológica hoje na produção de placas e chips para aplicativos que usam inteligência artificial, a grande onda do momento. A empresa ganhou destaque após o lançamento do ChatGPT, talvez hoje o aplicativo mais usado por pessoas físicas para acessar essa revolução tecnológica. A inteligência artificial não surgiu com o ChatGPT; já vinha ganhando força desde 2015-2016, mas o ChatGPT desencadeou essa revolução. O CEO da empresa NVIDIA comparou em declaração recente o impacto da revolução da inteligência artificial com a própria Revolução Industrial; uma tecnologia que afetará praticamente tudo que empresas e trabalhadores fazem no seu dia a dia. A empresa divulgou um resultado extraordinário em Maio, superando as expectativas do mercado, com um lucro de U$15 bilhões de dólares no trimestre e receitas superiores a U$26 bilhões de dólares. A companhia já ultrapassou o valor de mercado de 2 trilhões de dólares, já valendo mais do que Amazon e Tesla somadas. Esse movimento contagiou todas as bolsas americanas que atingem máximas históricas, surfando esse rally tecnológico.

O índice PMI que mede a atividade econômica nos Estados Unidos registrou em Maio um valor de 54,4, o mais alto em mais de 24 meses. Esse dado preliminar mostra uma atividade bastante aquecida. Além disso, os pedidos de bens duráveis para a indústria americana em abril também foram muito fortes, superando as expectativas para máquinas, equipamentos, materiais de transporte e indústria em geral. Esses pedidos de abril indicam uma economia americana mais forte. Tudo isso ocorre num momento de preocupação dos diretores do FED com a inflação ainda elevada e com temor de cortar juros num cenário de inflação ainda acima da meta. Após a divulgação de indicadores abaixo do esperado nos Estados Unidos sobre comportamento de preços ao consumidor (CPI) em abril, o mercado financeiro deu uma virada para um movimento mais otimista. O mercado de trabalho americano também tem dado sinais de fraqueza. Ainda assim essa “última milha” do controle da inflação não está fácil. O último dado de confiança do consumidor de Michigan para o mês de Maio também mostrou preocupação com inflação. A chance de cortes da taxa de juros nos EUA no segundo semestre diminuiu. Hoje o mais provável é que o BC americano corte uma ou duas vezes apenas sua taxa básica até dezembro de 2024, deixando os juros dos EUA em 5% ano; um patamar ainda bem elevado.

Resumo:

1) Em maio, a NVIDIA divulgou lucro trimestral de $15 bilhões e receitas superiores a $26 bilhões. A empresa ultrapassou $2 trilhões em valor de mercado, superando Amazon e Tesla combinadas.

2)A NVIDIA produz placas, chips e microprocessadores, fundamentais para a inteligência artificial.Iniciou com placas para games e se tornou uma líder tecnológica em IA.Ganhou destaque com o ChatGPT, amplamente utilizado para acessar a tecnologia de IA.

3) Esse sucesso da empresa impulsionou as bolsas americanas a máximas históricas, alimentando um rally tecnológico. O CEO da NVIDIA comparou a revolução da IA à Revolução Industrial.

4) a atividade econômica nos EUA continua aquecida. O índice PMI registrou 54,4 em maio, o mais alto em mais de 24 meses. Pedidos de bens duráveis a indústria americana em abril superaram expectativas, mostrando uma economia forte.

5)Nesse contexto diretores do FED ainda estão preocupados com a inflação elevada. A chance de cortes na taxa de juros nos EUA no segundo semestre diminuiu, com a expectativa de que os juros permaneçam elevados fechando o ano em torno de 5%.

Deixe uma resposta