Breve história da recuperação alemã depois da primeira guerra mundial: Schacht e as Mefo bills

A história econômica ilustra as consequências sociais da visão do equilíbrio fiscal numa depressão. Hjalmar Schacht, o economista  que coordenou a recuperação da economia alemã depois da trombada da Grande Depressão faz uma reflexão a respeito: “A economia alemã estava mais uma vez no fundo do abismo, e mais de seis milhões de desempregados corriam pelas ruas em busca de sustento, prontos para seguir um guia providencial que os tirasse da miséria. Quando penso no chanceler Brüning  fico atordoado! Mostrou, mais uma vez, uma compreensão da situação que desafiava a inteligência, ao escolher este momento para acentuar ainda mais a sua política de deflação, preocupado com seu único objetivo: alcançar a todo o custo um equilíbrio nas finanças públicas! Ele provavelmente queria que o país morresse, mas com boa saúde… Felizmente, Hindenburg acabou demitindo Brüning, a quem o povo havia apelidado de “o chanceler da fome”. Era maio de 1932. Tarde demais; O estrago estava feito.” O estrago provocado pela austeridade do equilibrista Brüning resultou na ascensão do Partido Nacional- Socialista nas eleições de 1933. Convidado para retomar o comando da economia Hjalmar Schacht refletiu:

“Se houver fábricas não utilizadas, máquinas não utilizadas e estoques não utilizados, também deve haver capital não utilizado. Mobilizar este capital com empréstimos (ao governo) seria um empreendimento sem esperança. A confiança pública na capacidade do Estado foi prejudicada por governos anteriores (Schacht faz menção aos temores despertados pela hiperinflação de 1922/23). Eu tinha, portanto, de encontrar uma maneira de mobilizar este capital jacente nos depósitos e nos bolsos onde ele estava guardado, sem esperar que ele continuasse parado por muito tempo ou pudesse perder o seu valor. A partir deste pensamento surgiu o esquema que mais tarde se tornou conhecido como Mefo-Bills. (Letras Mefo). As Mefo-Bills foram um instrumento financeiro introduzido por Hjalmar Schacht, que atuou como presidente do Reichsbank na Alemanha de Weimar durante a década de 1920 e posteriormente tornou-se Ministro da Economia sob Adolf Hitler. Essa ferramenta monetária foi concebida para lidar com os desafios econômicos e as limitações impostas pelo Tratado de Versalhes após a Primeira Guerra Mundial. Após a guerra, a Alemanha enfrentou severas restrições ao rearmamento e à recuperação econômica devido às disposições do tratado. Hjalmar Schacht, buscando uma maneira de contornar essas restrições, desenvolveu o sistema das Mefo-Bills em 1934. Aqui está uma análise dos principais elementos:

Propósito: O principal objetivo das Mefo-Bills era fornecer um mecanismo para financiar o rearmamento e projetos de infraestrutura sem violar o Tratado de Versalhes, que impunha limites rigorosos ao tamanho e às capacidades militares da Alemanha.

Estrutura: As Mefo-Bills eram essencialmente notas promissórias ou letras de câmbio emitidas por uma empresa chamada Metallurgische Forschungsgesellschaft (Corporação de Pesquisa Metalúrgica ou Mefo, em resumo). Essa empresa não tinha operações industriais reais; era essencialmente um veículo financeiro.

Aceitação pelo Reichsbank: Essas notas eram aceitas pelo Reichsbank (o banco central da Alemanha) como garantia para a emissão de moeda. O Reichsbank, sob a liderança de Schacht, desempenhou um papel crucial no suporte a esse mecanismo de financiamento.

 

Utilização: Os fundos arrecadados por meio das Mefo-Bills foram usados para financiar projetos de obras públicas em larga escala, incluindo a construção de autoestradas (Autobahnen) e esforços de rearmamento, como a produção de equipamentos militares. As notas permitiram que a Alemanha investisse pesadamente em sua infraestrutura militar, evitando confrontos diretos com as restrições do tratado.

Vencimento e Pagamento: As Mefo-Bills tinham um curto período de vencimento, geralmente em torno de seis meses, e eram frequentemente renovadas. As notas seriam pagas com os recursos das novas emissões, criando um sistema de crédito rotativo. O sistema das Mefo-Bills desempenhou um papel significativo no apoio aos esforços de rearmamento alemães que antecederam a Segunda Guerra Mundial. No entanto, não era uma solução sustentável a longo prazo. As consequências econômicas, somadas à crescente militarização da Alemanha, contribuíram, em última instância, para o início da Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, Hjalmar Schacht foi julgado por crimes de guerra, embora tenha sido posteriormente absolvido.

 

Resumo:

  1. **Treaty of Versailles:**
  • Após a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha foi severamente afetada pelas condições impostas pelo Tratado de Versalhes.

  • O tratado impôs pesadas reparações econômicas, limitou o tamanho das forças armadas alemãs e colocou restrições à capacidade de recuperação econômica do país.

  1. **Crise Econômica e Hiperinflação:**
  • Nos anos seguintes à guerra, a Alemanha enfrentou uma grave crise econômica e experimentou hiperinflação. A moeda alemã, o marco, tornou-se praticamente inútil.
  1. **Hjalmar Schacht e a Recuperação Econômica:**
  • Hjalmar Schacht, um economista alemão, tornou-se presidente do Reichsbank em 1923. Ele desempenhou um papel crucial na estabilização da moeda alemã, introduzindo a Rentenmark para substituir o marco.
  1. **Reformas
  • Schacht implementou reformas econômicas para controlar a hiperinflação. Sua abordagem pragmática ajudou a estabilizar a economia alemã.
  1. **Mefo Bills como Solução Financeira:**
  • Diante das restrições impostas pelo Tratado de Versalhes, Schacht procurou maneiras de financiar secretamente a rearmamentação alemã.

  • Em 1934, Schacht introduziu as Mefo bills (Metallurgische Forschungsgesellschaft), um instrumento financeiro inovador.

  1. **Mefo Bills:**
  • As Mefo bills eram essencialmente promissórias emitidas por uma empresa fictícia chamada Metallurgische Forschungsgesellschaft (Corporação de Pesquisa Metalúrgica ou Mefo, em resumo).

  • Essas promissórias eram aceitas pelo Reichsbank como garantia para a emissão de moeda, permitindo que a Alemanha levantasse fundos para projetos de rearmamentação e infraestrutura sem violar diretamente o tratado.

  1. **Uso dos Recursos:**
  • Os recursos obtidos por meio das Mefo bills foram direcionados para grandes projetos de obras públicas, incluindo a construção de Autobahnen (autoestradas) e esforços de rearmamento, como a produção de equipamento militar.
  1. **Consequências a Longo Prazo:**
  • Embora as Mefo bills tenham proporcionado uma solução temporária, a estratégia não era sustentável a longo prazo.

  • O uso intensivo dessas promissórias, combinado com a crescente militarização da Alemanha, contribuiu para o cenário que levou ao início da Segunda Guerra Mundial.

  1. **Pós-Guerra:**
  • Após a Segunda Guerra Mundial, Hjalmar Schacht foi julgado por crimes de guerra, embora tenha sido posteriormente absolvido. As Mefo bills permanecem como parte da análise histórica das estratégias econômicas durante o período entre as guerras.

Deixe uma resposta