Brasília: avião de sucesso da Embraer

https://www.missaodesenvolvimento.com/1677694/8199208-3-embraer-um-case-de-sucesso-no-brasil

A história do sucesso do avião Brasília da Embraer é um exemplo notável de inovação e visão estratégica na indústria aeroespacial brasileira. A Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A.), fundada em 1969, buscava desenvolver aeronaves que atendessem tanto ao mercado doméstico quanto internacional. O Brasília, um turboélice regional, é um dos produtos mais icônicos da empresa e desempenhou um papel crucial no estabelecimento da Embraer como um jogador significativo no mercado de aviação global.

Início do Projeto

Década de 1980:
– O desenvolvimento do Brasília começou no início dos anos 1980. A Embraer identificou uma lacuna no mercado para uma aeronave regional eficiente e moderna, capaz de transportar de 30 a 40 passageiros em rotas de curta a média distância.
– Em 1983, o EMB-120 Brasília fez seu primeiro voo. Projetado para alta eficiência, velocidade e conforto, o Brasília era propulsionado por dois motores turboélice Pratt & Whitney Canada PW118.

Características Técnicas e Inovações

  • Capacidade: O Brasília podia transportar até 30 passageiros.
  • Velocidade e Eficiência: Com uma velocidade de cruzeiro de cerca de 300 nós (555 km/h), era uma das aeronaves turboélice mais rápidas da sua classe.
  • Alcance: Tinha um alcance de aproximadamente 1.500 km, ideal para rotas regionais.
  • Conforto: O design da cabine oferecia um nível de conforto superior para os passageiros, com baixo nível de ruído e vibração.

Sucesso Comercial

Mercado Doméstico e Internacional:
– O Brasília rapidamente ganhou popularidade no Brasil e no exterior. Suas características técnicas, aliadas à confiabilidade e baixos custos operacionais, tornaram-no uma escolha atraente para companhias aéreas regionais.
– A Embraer conseguiu diversos contratos com companhias aéreas dos Estados Unidos, Europa e Ásia, ampliando sua presença no mercado global.

Impacto Econômico:
– A produção do Brasília impulsionou a economia brasileira, gerando empregos e fortalecendo a cadeia de fornecedores locais.
– A aeronave também desempenhou um papel significativo na expansão e integração das rotas aéreas regionais no Brasil, facilitando o transporte de passageiros entre cidades menores e hubs maiores.

Legado e Descontinuação

Fim da Produção:
– A produção do EMB-120 Brasília foi encerrada em 2001, após a fabricação de aproximadamente 350 unidades.
– Mesmo após o fim da produção, muitos exemplares do Brasília continuaram em operação, evidenciando a durabilidade e confiabilidade da aeronave.

Legado:
– O sucesso do Brasília foi um marco na história da Embraer, demonstrando a capacidade da empresa de competir no mercado internacional de aviação.
– O projeto e a comercialização bem-sucedida do Brasília pavimentaram o caminho para o desenvolvimento de futuras aeronaves regionais, como os jatos das famílias ERJ e E-Jet, que consolidaram a posição da Embraer como líder mundial no segmento de aviação regional.

Conclusão

O EMB-120 Brasília não apenas foi um sucesso comercial, mas também simbolizou a ascensão da Embraer como uma potência na indústria aeroespacial. Sua eficiência, confiabilidade e impacto no mercado regional de aviação destacam o Brasília como um dos grandes triunfos da engenharia aeronáutica brasileira.

refs: https://www.aviacaocomercial.net/emb120.htm

2 thoughts on “Brasília: avião de sucesso da Embraer”

  1. Como podemos saber sobre a extensão das conexões produtivas dessa empresa ? Em outras palavras a cadeia de fornecedores da empresa. Minha expectativa é que a conexão com empresas brasileiras é baixa.

Deixe uma resposta