O poder de monopólio não deixa os países pobres se desenvolverem: por isso o mercado não resolve! (nem o governo)

O estudo da chamada “organização industrial” ajuda muito a entender a riqueza e pobreza das nações! Podemos entender a dificuldade de países pobres e de renda média em enriquecer a partir da ótica de organização industrial (microeconomia II). As atividades mais nobres do comércio mundial estão nos setores mais avançados, criativos e inovadores. Nesses setores […]

O Brasil está preso na armadilha da renda média

Na armadilha de renda média um país atinge o ponto de Lewis e esgota seu estoque ocioso de mão de obra antes de atingir um estágio de sofisticação produtiva minimamente decente. Vale dizer, ocupa seus trabalhadores em atividades de baixa produtividade (especialmente serviços não sofisticados) graças à baixa complexidade de seu sistema produtivo (digamos um […]

A turbina de um avião e as vantagens comparativas de um país

Os países ricos se especializam na produção e exportação de turbinas, os países pobres produzem bananas. Tá certo isso? Uma turbina de avião tem potência de pelo menos 100mil cavalos. Inclui milhares de peças milimetricamente encaixadas. Um motor turbojato funciona comprimindo o ar e fazendo sua combustao atraves de i) um compressor que mistura combustível […]

As vantagens comparativas dificultam o Desenvolvimento Econômico?

Nos anos 60 o Banco Mundial sugeriu a Korea se especializar na producao de arroz, sua vantagem comparativa! A Koreia nao quis, resolveu desenvolver sua industria e recebeu muitas criticas, deu no que deu. A vantagem comparativa da Costa do Marfim é produzir e exportar cacau, do Kenya cha, do Zimbábue ouro, da Zâmbia cobre, […]

Para países com produção focada em commodities e produtos low-tech, como Brasil, a educação dos trabalhadores é menos relevante

*escrito com Alex Alves Para países com boa complexidade produtiva a educação é fundamental para avançar rumo ao topo; A educação é muito importante para indústrias medium/high tech e serviços sofisticados. Para países com produção focada em commodities e produtos low-tech a educação é pouco relevante; tem obviamente um papel civilizatório fundamental. Para países sem […]