Boom de commodities e doença holandesa: Australia, Canada e Brasil

Numa dinamica de boom de commodities e doença holandesa o setor de commodities e de bens nao transacionáveis (imóveis e serviços) de uma economia se expande e o setor de transacionáveis não commodities (manufaturas) encolhe. Os salários nominais sobem, o preço dos imóveis sobe e a produtividade geral da economia fica estagnada por conta da transferencia de […]

A China “destruiu” o Brasil com dois golpes fatais

A China deu dois golpes fatais no Brasil nos últimos 20 anos. Por um lado desalojou nossa industria no mercado interno e no mercado mundial com custos baratos, dumping, cambio ultra competitivo e escalas de produção sem precedentes. Por outro lado ao consumir nossa soja e nosso mineiro de ferro forçou nossa especializacao produtiva nesse sentido, […]

A grande revolução empírica nos estudos de desenvolvimento econômico chegou: tchau resíduo de Solow!

Com os novos bancos de dados de produção setorial e matrizes insumo produto, novas técnicas de big data e redes e novas bases empíricas de comércio não dá mais para ignorar: os modelos de crescimento ortodoxos baseados em grandes agregados falharam ao não perceber os detalhes do processo de Enriquecimento das nações (Modelos de solow […]

Raio X das contas publicas no Brasil

O Gráfico abaixo mostra um raio-x das contas públicas brasileiras. As três grandes contas da república são previdência do sistema INSS (aproximadamente 35M de pessoas), previdência do setor público (aproximadamente 1M de pessoas) e juros da dívida (bancos, fundos de investimento e de pensão públicos e privados). Somando essas contas chegamos a 17% do PIB. […]

O “S” do desenvolvimento econômico: Coreia foi, Brasil ficou!

O “S” do desenvolvimento econômico desenvolvido por Pinheiro et al 2018 (https://arxiv.org/abs/1801.05352 ) mostra como os países se desenvolvem a partir de uma leitura ou “raio X” dos sistemas produtivos. Conforme as nações crescem e se desenvolvem seus sistemas produtivos passam a dominar técnicas mais avançadas, passam a ser capazes de produzir coisas mais sofisticadas […]