A lei dos genéricos provocou grande impulso na indústria farmacêutica brasileira

*escrito com Renata Fialho de Oliveira Um medicamento genérico tem o mesmo princípio ativo, a mesma dose e forma farmacêutica do medicamento de referência sem ter o mesmo nome comercial. São mais baratos, porque os fabricantes de genéricos produzem os medicamentos, usualmente, após o período de proteção de patente ou outros direitos de exclusividade terem vencido […]

Uma história simples para entender porque os países ricos são ricos hoje (e o Brasil não)

*escrito com Alberto C. Almeida Os países ricos produzem bens que são comercializáveis e muito sofisticados, exportáveis e que por isso são submetidos a pouca ou menor competição. O sistema operacional Windows somente é produzido pela Microsoft, e tem pouca competição para ele, os telefones celulares Samsung e Apple também, os carros da Toyota, os […]

Produzir aço na Coréia do Sul, uma ideia “estapafúrdia” que deu certo!

*Escrito com Felipe Augusto Machado Nos anos 60 o Banco Mundial sugeriu a Coréia do Sul se especializar na produção de arroz, sua vantagem comparativa! A Coréia não quis, resolveu desenvolver sua indústria e recebeu muitas críticas, deu no que deu. O advento da indústria siderúrgica na Coreia é uma história de convicção do General […]

Fragatas Tamandaré, Caças Gripen NG, submarinos Scorpene BR e sistema Astros: made in Brazil com ajuda do Estado

*escrito em colaboracao com Luis Felipe Giesteira Os  projetos mais importantes das Forças Armadas brasileiras hoje são a fragata classe Tamandaré, os caças Gripen NG e o sistema de lançamento de misseis ASTROS. O míssil de cruzeiro é a arma contemporânea por excelência: um foguete guiado em tempo real, com precisão de até 10m. Nosso […]

A indústria do quase no Brasil: Gurgel e as memórias de um médico-legista

Quase conseguimos nos desenvolver, faltou pouco. No início dos 80 a produção industrial brasileira era maior do que a chinesa e coreana somadas. Exportávamos todo ano mais do que esses dois países, hoje ícones de sucesso de desenvolvimento econômico no mundo. Por que? Uma explicação muito simples: perdemos o bonde da sofisticação produtiva. Sabíamos fazer […]