Cenário otimista para o mercado imobiliário brasileiro em 2024

O mercado imobiliário afeta diretamente a questão da moradia e os investimentos, contribuindo significativamente para o progresso dos países e de suas regiões. Sua influência, portanto, expande-se desde as transações de propriedades até a projeção paisagística das grandes metrópoles e suas fragmentações, costurando o tecido social e econômico ao longo do tempo. A partir da retomada da economia especialistas passaram a acreditar que deverá ocorrer um aumento na demanda por imóveis. Essa demanda deve ser  impulsionada por fatores como a queda de juros e a estabilização do cenário macroeconômico. No ano de 2024, o cenário para o mercado imobiliário projeta perspectivas animadoras, especialmente impulsionadas pela redução recente que ocorreu na taxa Selic; é importante salientar, também, que havera’ em 2024 expansão de programas habitacionais e incentivos fiscais promovidos pelo governo. Em 2023 os subsídios utilizados no setor foram de R$ 80  milhões.  No entanto, ao que tudo indica, neste ano, o novo orçamento deve levar em consideração um valor ainda maior do que no ano passado. De acordo com um levantamento realizado pela Economatica, os papéis das empresas que atuam nesse setor e foram negociados na bolsa somam aproximadamente um crescimento de R$ 21 bilhões, no que se refere ao acumulado de 2023. Nesse momento de mercado mais aquecido pode ser uma boa estratégia para os proprietários que consideram vender suas propriedades colocar a casa à venda

Deixe uma resposta