Como o governo da Coreia criou a Hyundai (e as multinacionais mataram a Gurgel)

*escrito com Felipe Augusto e Uallace Moreira

A Hyundai, por exemplo, lançou o 1º carro “coreano” em 1974, ainda com motor japonês e design italiano. Partes de plástico trincavam, maçanetas se rompiam, freios falhavam e a pintura enfraquecia em semanas. Apenas em 1991 um motor nativo foi desenvolvido e, mesmo assim, conforme suas próprias estimativas, sua produtividade não atingia metade dos da Honda e da Toyota. A reputação da marca foi péssima por anos, mas hoje a Hyundai é a quarta maior produtora de carros no mundo. Foram anos de prejuízo, sustentados por generosos subsídios do Estado, protecionismo e controles de capital, pelas demais empresas do grupo (como o segmento de construção naval) e pelas restrições à entrada de concorrentes (apenas Hyundai e Daewoo podiam vender carros leves). Diante do limitado mercado coreano, regulações restringiam o número de modelos que podiam ser fabricados, buscando gerar economias de escala. O governo do general Park praticamente criou essa campeã mundial!

1 thought on “Como o governo da Coreia criou a Hyundai (e as multinacionais mataram a Gurgel)”

  1. Investir, investir, investir… saúde, educação, tecnologia, indústria….
    Estamos longe, muito longe.
    Somos uma indústria de espólio há mais de 500 anos.

Deixe uma resposta