Do peixe ao raio x, como um país fica rico? Palestra no Mackenzie

Essa figura retirada do atlas da complexidade econômica basta para entender o que é o desenvolvimento econômico ou o processo de enriquecimento de um país. Ao longo desse processo os países vão aprendendo a fazer produtos mais sofisticados e complexos e suas empresas vão ganhando poder de monopólio e poder de mercado. Os bens industrializados são mais ricos conteúdo tecnológico e demandam mais capital humano em sua produção. Em geral são feitos com máquinas modernas e tem economias de escala e escopo que trazem produtividade, lucros e salários maiores; algo que não se vê na pesca por exemplo. Na figura simbólica acima vemos que Holanda se industrializou muito e ficou rica! É capaz de produzir bens medium e high tech como máquinas de raio x e medicamentos. Argentina está no estágio da renda média, produz bens low tech e mediu tech como queijos e ceras; o Brasil também se encontra nesse estágio hj. Gana é um país pobre, só é capaz de pescar. Importante lembrar que Holanda também faz queijos excelentes e pesca; só que faz mais coisas que ninguém é capaz de fazer! O Atlas da complexidade econômica mostra isso de maneira empírica clara e simples para o comércio internacional entre 120 países, com 8.000 produtos nos últimos 50 anos. Tá fácil ver isso agora.

2 thoughts on “Do peixe ao raio x, como um país fica rico? Palestra no Mackenzie”

  1. Paulo Gala.
    Comentou-se O caso da DOENÇA HOLANDESA!

    De que ao descobrir GAS na Holanda,e fornecer para,a,Europa, teria trazido prejuízos para,o DESENVOLVIMENTO holandês!

    PORÉM, nesta postagem, há o relato de DESENVOLVIMENTO com complexidade da Holanda!

    PERGUNTA:
    1) qual mudança,a Holanda,executou para que saísse da doença holandesa e desenvolvesse o seu parque industrial complexo?

    2) qual o papel do estado neste processo?

    3) O estado participou? Ou foi deixado ao livre mercado?

Deixe uma resposta