Faz diferença produzir carros ou bananas? Ainda sobre a causa da riqueza das nações

Fazer carros é uma atividade econômica trivial? Da na mesma plantar bananas ou produzir carros? É razoável imaginar que um país deve se especializar na produção de bananas para trocar no mercado mundial por produção de carros? E as diferenças de poder monopolístico e lucro das marcas de veículos? E as economias de escala e escopo? Possibilidades de aprendizagem e difusão tecnológica para outros produtos? Nada disso é relevante? Quem modelou isso de maneira mais formal foi Paul Krugman com sua nova teoria do comércio; usou ideias dos antigos economistas do desenvolvimento. Não quero dizer com isso que todos países do mundo deveriam se especializar na produção de carros, nem que a produção destes é fácil ou “pode ser promovida pelo estado”. Mas na prática quem produz carro é mais rico do que quem não produz carros. Abaixo os maiores produtores de bananas e carros do mundo!

Resumo da nova teoria do comercio

O mito da especialização produtiva em vantagens comparativas como caminho para o Desenvolvimento Economico

Hubs de conhecimento produtivo no mundo: ou porque o "campo de jogo" do comércio é desigual numa topocracia

 

2 thoughts on “Faz diferença produzir carros ou bananas? Ainda sobre a causa da riqueza das nações”

Deixe uma resposta