Ford contra Ferrari e as lições de Estado + Mercado

*escrito com Felipe Augusto

Os extremistas não conseguem entender que o caminho para desenvolvimento envolve estado + mercado e não estado ou mercado. O incrível filme Ford x Ferrari mostra dois exemplos disso: os freios que pegam fogo nos carros de corrida e a Ford como máquina de guerra americana! Cena de “Ford vs. Ferrari”:

Para atender aos esforços de guerra do Governo dos EUA, a Ford construiu o complexo industrial de Willow Run, onde construiu 8.524 bombardeiros B-24 e outros equipamentos militares. Toda a produção de carros civis foi suspensa em fevereiro de 1942.

Na imagem abaixo os freios de um Ford Shelby quase em chamas na corrida das 24hs de Le Mans. Os antigos freios pegavam fogo ao tentar travar as rodas em alta velocidade. O projeto do Concorde levado a cabo pelos governos franceses e ingleses contribuiu muito pra resolver isso! Na Europa o aprendizado com o Concorde e os enormes gastos públicos feitos nessa área foram importantes para o futuro desenvolvimento dos aviões da Airbus; os sistemas de fly-by-wire, piloto automático para voo, pouso e decolagem, hidráulica de alta-pressão, freios de carbono, e outras técnicas avançadas para manufaturas ligadas a aviação vem desse projeto. Como bem mostra M. Mazzucato em seu interessante livro sobre o papel do estado empreendedor, tanto na qualidade de fomento dos estágios iniciais de empresas como Apple, quanto no financiamento e desenvolvimento de tecnologias que depois são apropriadas pela iniciativa privada com grandes lucros: sempre Estado + Mercado.

Vale a pena assitir!

Refs:

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Willow_Run

Deixe uma resposta