Governo faz superávit primário de R$80 bilhões em janeiro

As bolsas americanas realizaram um pouco ontem com base nos dados do PIB, que apesar de mais fraco na segunda leitura, trouxe números de inflação um pouco piores. Houve uma realização de 0,56%, mas no mês o resultado ainda é excepcional, com a Nasdaq subindo 5,2%, o S&P 500 4,6%, e o Dow Jones 2%, enquanto no Brasil, o Ibovespa está zerado no mês. O rali de fevereiro é explicado em grande parte pelo Rally Tech, com a NVIDIA atingindo dois trilhões de dólares, um resultado divulgado acima do esperado. A cautela ainda persiste em relação aos juros nos EUA. A inflação nesse cenário fortaleceu o dólar, que fechou em 4,97. A bolsa brasileira também sofreu ontem com uma forte queda da Petrobras, de 5%, após comentários de Jean Paul Prates, indicando possíveis menores dividendos. A empresa esclareceu hoje que não há mudança na política de dividendos. Por outro lado, houve uma boa notícia com um superávit em janeiro de 80 bilhões, resultado de uma arrecadação muito forte. A expectativa é de um déficit de cerca de 50 bilhões no ano todo, mas o governo não sinaliza mudanças na meta de resultado primário zerado por ora. Um relatório otimista do BTG sobre o Brasil destaca nosso potencial produtivo no momento, especialmente em agro, commodities e minério de ferro, ressaltando a posição do Brasil como um dos maiores produtores do mundo. O país é visto como uma meca de energia sustentável e de transição, com uma matriz limpa e potencial para biocombustíveis, hidrogênio verde, fertilizantes limpos, entre outros. O IBGE divulgou agora de manhã nossa taxa de desemprego em 7,6%.

Deixe uma resposta