Mapa da catástrofe econômica do Covid-19

Teremos quedas expressivas nos PIBs das economias mundiais em 2020. A estimativa é de queda superior a 7% no Brasil, nos EUA e Europa. O desemprego também atingirá patamares bastante altos nos próximos meses, no Brasil acima de 15%. No Brasil, que estávamos em um momento de início de recuperação econômica, teremos um deterioração grande do lado fiscal em virtude dos pacotes de ajuda para todos os setores da economia. Nosso déficit nominal deverá passar de 1 trilhão de reais em 2020. Porém, sem pressão inflacionária e baixa demanda, os juros devem permanecer muito baixos com Selic abaixo dos 3% durante um bom tempo. Os ativos financeiros passam por grande rally por conta desse derretimento dos juros no Brasil e no mundo. Vivemos o Rally do juro zero.

3 thoughts on “Mapa da catástrofe econômica do Covid-19”

  1. Percebo que, a oferta de serviços pós-Covid por parte dos empresários, para atender a demanda por parte dos consumidores, irá demorar pois a perda econômica aliada à perda de sua mão de obra por conta das baixas pela Covid, não são favoráveis a ponto de uma pronta reposição de tal mão de obra. O setor de transportes (empresários, aqui em PE) se queixa que houve uma perda econômica de 70% de lucro, e enquanto isso, a população sofre com a péssima qualidade da oferta de transporte público que sempre houve, sendo a Covid apenas um fato que evidenciou mais o déficit nesse tipo de serviço. E quando se pensa numa segunda onda da pandemia, quando ainda vamos atingir o pico na metade de julho com essa flexibilização no retorno às atividades da economia…. é assustador. A população pensa que acabou a pandemia. E todos, estão relaxando com os cuidados que deveriam ter. Se verificar, muitas pessoas nem acreditam nesse agravo, salvo as que tem algum caso de óbito na família ou próximo.

  2. Prof. Paulo Gala, onde estava havendo retomada econômica? Aqui no Brasil? Essa “retomada” deveria ser bem restrita, quem sabe não se restringia a jogatina da bolsa de valores? Como é possível valorização de ativos financeiros sem nenhuma sustentação na economia real? Quais seriam os indicadores da economia real (aquela que gera alguma riqueza, através do trabalho) que i ficariam essa “retomada”?

Deixe uma resposta