Curso EAD Online com Laura Carvalho, Valsa brasileira

Como a economia de um país continental evoluiu, em apenas sete anos, da euforia de um cenário de crescimento bem acima da média das últimas décadas, com vigorosa geração de empregos formais e alguma redução de desigualdades, para uma das maiores crises de sua história? Essa a pergunta guia do livro A Valsa brasileira. Essa a pergunta que tentaremos responder nesse curso EAD feito em parceira entre Laura e eu. Nesse curso abordaremos os detalhes dessa história, mergulhando na economia brasileira dos últimos 20 anos. Nossa missão será tentar explicar o que ocorreu com nosso país da forma mais didática e simples possível. O curso é voltado para todos que queriam entender o que se passou e o que se passa hoje no Brasil. Para quem não tem familiaridade com conceitos de economia e quer entender o debate econômico atual, o curso funciona como uma ótima introdução, na medida em que aborda diagnósticos de nossa trajetória de inflação, dívida pública, juros, desemprego, desigualdade e crescimento econômico.

O curso tem 20 horas de conteúdo online e duração média estimada de 3 meses, mas pode ser feito no ritmo que melhor se adequar à cada participante. Cada aula tem duração média de 30 minutos que podem ser assistidos separadamente. As aulas podem ser acessadas em smartphones, tablets e desktops e ficarão disponibilizadas na web por até 1 ano, mas esse prazo pode ser ampliado se houver necessidade.  O curso tem uma linguagem simples, didática e direta, sem abrir mão do rigor cientifico. Disponibilizamos também amplo material bibliográfico, dados e gráficos para download que complementam as discussões das aulas. As dúvidas serão respondidas por escrito na área de discussão de cada aula em nossa plataforma EAD usada no curso. As vagas são limitadas pois vamos tirar dúvidas de todos os alunos matriculados.


Cadastre seu e-mail aqui no BLOG para receber informações sobre a nova turma


Apresentação


1. O Milagrinho


1.1 – Introdução

1.2 – O pilar da distribuição de renda

1.3 – O pilar do acesso ao crédito

1.4 – O pilar dos investimentos públicos

1.5 – O desempenho da economia

1.6 – Tsunami ou marolinha? A crise de 2008

1.7 – Colapso anunciado?

1.8 – Desequilíbrio externo e estrutura produtiva

1.9 – Inflação de serviços

1.10 – Concentração de renda no topo


2. A agenda Fiesp: um passo ao lado


2.1 – Introdução

2.2 – Juros, câmbio e inflação

2.3 – Preços administrados

2.4 – Desonerações tributárias

2.5 – Juros e spreads

2.6 – Crédito subsidiado

2.7 – A estagnação dos investimentos públicos

2.8 – A deterioração fiscal

2.9 – Dívida pública

2.10 – O debate econômico nas eleições de 2014


3. A panaceia fiscal: um passo atrás


3.1 – Introdução

3.2 – O estelionato eleitoral

3.3 – A dominância política

3.4 – A panaceia do impeachment

3.5 – A hipocrisia fiscal

3.6 – O teto de gastos

3.7 – Juros e inflação

3.8 – Falsos pilares

3.9 – A fadinha da confiança

3.10 – O fracasso revelado

3.11 – A década perdida


4. Acertando os passos


4.1 – Introdução

4.2 – Estado, bem estar e carga tributária

4.3 – Reforma tributária

4.4 – Investimentos públicos

4.5 – Juros e inflação

4.6 – Câmbio e complexidade


5. Conclusão


Cadastre seu e-mail aqui no BLOG para receber informações sobre a nova turma


14 thoughts on “Curso EAD Online com Laura Carvalho, Valsa brasileira”

  1. Vai ter prova? Ou melhor, por favor, coloca uma prova opcional e faz uma desafio quem tirar a melhor nota ganha um certificado de melhor aluno ou algo assim. Sem desafio e competição não tem graça.

  2. “O fajuto PIB de 2010, da ordem de 7,5%, logo despencou para 4,0% em 2011 e de 1,9% em 2012, e tem revelado um claro processo de involução pelo continuado avanço da desindustrialização/desnacionalização e o predomínio do latifúndio e do agronegócio na balança comercial.”A Nova Democracia

  3. Professor Paulo, eu gostaria de saber se o curso pode ser pago via boleto, pois eu não uso cartão de crédito.

  4. Professor Paulo, gostaria de saber se o pagamento do curso pode ser feito via boleto bancário, dado que não uso mais cartão de crédito.

Deixe uma resposta