Microchips e capital humano: Taiwan mantém talentos. China adquire. Brasil demite.

*Escrito por um especialista que, por receio de sofrer represálias, preferiu não se identificar.

Impressiona a diferença nas visões de desenvolvimento entre Taiwan, China e Brasil. Ontem, mais 34 empregados foram demitidos da Ceitec, nossa empresa estatal produtora de chips que está sendo extinta pelo governo federal. Como qualquer outra empresa do setor, que é extremamente complexo, a maior parte dos seus empregados são profissionais extremamente qualificados, detentores de títulos de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Hoje, a Asia Nikkei noticiou que o governo de Taiwan proibiu a oferta de vagas de trabalho no país a serem exercidas na China, como forma de prevenir a fuga de cérebros, especialmente na área de semicondutores. (https://asia.nikkei.com/Business/Tech/Semiconductors/Taiwan-bans-recruitment-for-jobs-in-China-to-combat-brain-drain). Taiwan tem se preocupado com a agressividade chinesa na atração de talentos da área. País está na fronteira tecnológica na produção de chips e não quer perder a liderança. Centenas de engenheiros já foram atraídos para a China, a grande maioria para trabalhar em empresas estatais. A China entende que precisa dos melhores engenheiros para desenvolver o setor, considerado altamente estratégico para o desenvolvimento do país. Em março, Promotores de Justiça taiwaneses acusaram empresa chinesa de atrair ilegalmente mais de 100 engenheiros. Fizeram buscas e apreensões em 7 lugares do país. Interrogaram mais de 20 pessoas. Impedir a perda de talentos em semicondutores é prioridade em Taiwan. Adquiri-los é prioridade na China. Demiti-los é prioridade no Brasil.

1 thought on “Microchips e capital humano: Taiwan mantém talentos. China adquire. Brasil demite.”

  1. Até quando durará este pesadelo. Além da perda de competitividade e cérebros, na outra “face tenebrosa” do pais aumentamos as emissões de CO2 pelo lado chulo do “agrobusiness” e matamos a nossa natureza através do mercúrio e semelhantes proporcionados por irracionais garimpeiros … é o “Armagedom” contra o Brasil e os seus habitantes…

Deixe uma resposta