O engenheiro e o garçom: quem acumula mais capital humano?(E tem maior salário?)

O capital humano só é acumulado em ocupações específicas. Profissões como cabeleireiro,manicure, pedicure, lojista, motorista de táxi sao as mesmas a milênios! O capital humano acumulado em uma sociedade está em suas redes produtivas complexas. Uma delicada divisão do trabalho com absurda especialização em cada etapa. Atividades simples não permitem esse tipo de acumulação de capital humano (=Brasil hoje). O conhecimento nao flutua, se incorpora em produtos e serviços sofisticados e “nichados” (cria poder de monopólio). As pessoas nao “flutuam” por ai… trabalham em algum lugar. A acumulacao de K humano em engenharia e’ exponencial por assim de dizer, no cabelereiro “linear” se muito. o potencial de acumulacao de K e’ difere por ocupacao. Os diferencias de salario sao explicados por diferenciais de anos de estudo. Os diferencias de anos de estudo sao explicados por diferencias de ocupacoes. A literatura de capital humano ficou “short” pois nao deu o proximo passo que seria a analise de ocupacoes. Os diferencias de ocupacoes sao explicados por diferenciais de estrutura produtiva. O capital humano da pessoa se traduz em ganhos maiores e salarios se aplicado a uma atividade capaz de remunera-lo. O engenheiro que dirige Uber ganha o mesmo que o motorista analfabeto!

Ps: A complexidade produtiva é, provavelmente, a principal variável omitida que ajuda a explicar o resíduo de Solow!

Deixe uma resposta