A indústria é mais produtiva do que os serviços: finalmente todos concordam! (menos a The Economist)

Em recente trabalho Veloso et al (2017) mostram interessantes contas para produtividades de 35 sub-setores em 39 países a partir das bases WIOD (http://www.wiod.org/release16 ), SEA (http://www.wiod.org/database/seas16). A metodologia básica do estudo consiste em calcular a produtividade do trabalho em cada país medindo o valor adicionado por sub-setor dividido por número de ocupados em cada […]

Empregos sofisticados importam para o Desenvolvimento Econômico

O gráfico acima mostra a evolução da estrutura produtiva de alguns países da economia mundial no período 1995-2011. No eixo Y temos a complexidade econômica medida a partir dos dados do Atlas da Complexidade Econômica (OEC) e no eixo X temos a porcentagem dos empregos sofisticados em relação aos empregos totais da economia (WIOD). Classificamos […]

O preço dos cortes de cabelo no mundo: Samuelson, Balassa, Baumol e os economistas brasileiros

A tabela acima retirada de um relatório do UBS mostra o preços dos cortes de cabelo em U$ mundo afora em 2015. As diferenças são gigantescas conforme podemos perceber comparando os países de cima e de baixo. A pergunta que fica é: se a produtividade de um cabeleireiro é absolutamente a mesma em todos os […]

Brasil: Se ninguém gasta o PIB afunda!

O PIB brasileiro caiu 0,2% no primeiro trimestre de 2019 na comparação com o trimestre anterior. O crescimento do PIB acumulado em 4 trimestres esta em 0,9%. Na margem a agropecuária caiu 0,5%, a indústria caiu 0,7% e os serviços subiram 0,2%. Do lado da demanda o consumo das famílias subiu 0,3%, do governo subiu […]

Qual título do tesouro direto devo comprar? Marcação a mercado: títulos pré-fixados x pós-fixados

Como funciona a marcação a mercado das LTN (tesouro pré fixado)? E das NTNBs (tesouro indexado ao IPCA)? Como entender o VNA e valor nominal de atualização das NTNBs? Como funciona a marcação do tesouro SELIC (LFT)? Gravei uma aula sobre essas questões e outras relevantes para investimentos no tesouro direto: