Serviços seguem em territorio positivo no Brasil

O rendimento dos títulos do Tesouro de dez anos ultrapassaram novamente os 4%, o que gerou certo estresse nas bolsas já em baixa nos últimos dias. Em Davos, alguns dirigentes de Bancos Centrais europeus adotaram uma postura mais cautelosa em relação aos cortes de juros, adicionando uma pitada de incerteza aos mercados. A discussão sobre o timing dos cortes de juros também está em pauta. A incerteza paira sobre se ocorrerão em março, maio ou mesmo mais adiante, especialmente na Europa, possivelmente no final do segundo trimestre. Contudo, há uma notícia positiva vinda da China. Autoridades chinesas em Davos anteciparam que o PIB do país deve registrar um crescimento em torno de 5% em 2023. Mesmo sem grandes estímulos econômicos, a China demonstra resiliência, especialmente no setor industrial. A balança comercial superavitária de 800 bilhões de dólares é um recorde histórico, refletindo a robustez da indústria chinesa. Enquanto o setor imobiliário enfrenta desafios, o setor industrial permanece vigoroso. Os carros elétricos chineses, além de outros bens de consumo, estão conquistando espaço global. Esse dinamismo na produção e nas exportações é crucial, especialmente para o Brasil, que depende significativamente das exportações para a China. No cenário doméstico brasileiro, a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) de novembro traz boas notícias, indicando um crescimento de 0,4% em relação a outubro. Com os serviços representando quase setenta por cento da economia brasileira, esse dado afasta temores de uma recessão no último trimestre do ano passado.A agenda econômica dos Estados Unidos destaca-se amanhã, com dados importantes, incluindo as vendas no varejo e o Livro Bege. Esses indicadores certamente influenciarão os mercados e moldarão as expectativas futuras. Em resumo, os mercados estão atentos às nuances da taxa de dez anos, discussões sobre cortes de juros e, ao mesmo tempo, encontram alívio na vigorosa performance econômica da China e nos sinais positivos da economia brasileira.

Deixe uma resposta