SpaceX, Nasa e o governo americano de volta a Lua. Nova corrida Espacial contra China?

Há 9 anos, a NASA enviou pela última vez astronautas para o espaço. Em 27/05/2020, a NASA novamente vai enviar astronautas, dessa vez utilizando foguetes reutilizáveis produzidos pela SpaceX. Também é a primeira vez que a SpaceX faz um voo tripulado para o espaço. A Missão batizada de Demo-2 representa a consolidação da parceria da Nasa com a iniciativa privada. “A associação entre a agência espacial americana e o setor privado, que põe fim ao monopólio governamental da conquista do universo, configura-se como um desfecho incontornável do avanço das tecnologias aeroespaciais alcançado por companhias do mercado.

A competição entre a SpaceX e a Blue Origin — de Jeff Bezos, dono da Amazon, o homem mais rico do mundo — fez cair em algo acima de 30% o custo de decolagens somente em razão da criação de um método para lançar foguetes e depois pousá-los de volta. Motores mais potentes desbancaram tudo o que foi criado nas décadas de 60 e 70, período em que o orçamento para as missões espaciais nos EUA superava 600 bilhões de dólares (hoje, não chega a 30 bilhões de dólares).”
O contrato com a Nasa para a Missão Artemis é estimado em 7 BI U$. Nos anos 60, com medo da guerra fria, o governo americano chegou a gastar 4% do PIB em investimentos para a corrida industrial

Veja (https://veja.abril.com.br/ciencia/sob-o-signo-da-covid-19-nasa-inaugura-nova-fase-da-exploracao-do-cosmo/)

Em um segundo projeto, a SpaceX vai criar um Sonda Lunar para o Programa Artemis (NASA). O projeto Artemis tem como objetivo criar uma presença humana sustentável na Lua. A SpaceX ficará responsável por todo a logística de cargas entre a Terra e a Lua. A Nasa espera ganhar experiência com o projeto Artemis para em um segundo momento, criar uma missão para Marte. “This contract award is another critical piece of our plan to return to the Moon sustainably,” said NASA Administrator Jim Bridenstine. “The Gateway is the cornerstone of the long-term Artemis architecture and this deep space commercial cargo capability integrates yet another American industry partner into our plans for human exploration at the Moon in preparation for a future mission to Mars.”  – https://www.nasa.gov/press-release/nasa-awards-artemis-contract-for-gateway-logistics-services

“Returning to the Moon and supporting future space exploration requires affordable delivery of significant amounts of cargo,” said SpaceX President and Chief Operating Officer Gwynne Shotwell. “Through our partnership with NASA, SpaceX has been delivering scientific research and critical supplies to the International Space Station since 2012, and we are honored to continue the work beyond Earth’s orbit and carry Artemis cargo to Gateway.” – https://www.nasa.gov/press-release/nasa-awards-artemis-contract-for-gateway-logistics-services

https://www.google.com.br/amp/s/www.washingtonpost.com/technology/2019/07/26/another-front-tensions-between-us-china-space/%3foutputType=amp

https://spaceflightnow.com/2020/05/08/chinas-next-generation-crew-spacecraft-lands-after-unpiloted-test-flight/

Em 3 de janeiro de 2019 a China pousou o primeiro robô (https://www.theguardian.com/science/2019/jan/03/china-probe-change-4-land-far-side-moon-basin-crater) do lado escuro da lua( https://en.m.wikipedia.org/wiki/Far_side_of_the_Moon). Foi um feito notável para o sistema produtivo chinês! Construir uma nave e um robô para pousar do lado oculto da Lua. A China caminha a passos largos para se tornar um país rico. 

Deixe uma resposta