Boom e bust na economia brasileira

O gráfico abaixo mostra a evolução da absorção doméstica da economia brasileira no pós crise de 2008 (consumo das famílias, gastos do governo e investimento). A taxa de 10% ao ano era claramente insustentável, com ampliação de 8% do PIB e o restante sendo financiado por deficit externo com explosão das importações. A alavancagem de crédito […]

A soja não salva

O grafico acima mostra o valor total de soja em grãos exportado em 2014 e os principais players do mercado mundial. O Brasil ocupa lugar destacado com 40% do mercado. A tabela abaixo mostra a divisão do PIB brasileiro de 2015 (5 trilhões de reais) dividido em seus vários subsetores. A agropecuária representou 5,2% do […]

Os municípios mais ricos do Brasil são os mais sofisticados!

Para Adam Smith a divisão do trabalho explicava a riqueza das nações. O maior aprimoramento das forças produtivas do trabalho em relação a habilidade, destreza e bom senso com os quais o trabalho é em toda parte dirigido ou executado parecem ter sido resultados da divisão do trabalho.  “A divisão do trabalho e’ limitada pela […]

A exaustão do ciclo CCC no Brasil (Crédito, Commodities e Consumo)

O ano de 2015 marcou o final do longo processo de crescimento no Brasil baseado no modelo CCC (crédito, commodities e consumo) iniciado ainda em 2003, e potencializado por políticas anticíclicas no pós-crise de 2008. A forte alavancagem das empresas e famílias brasileiras será revertida nos próximos anos com consequente redução geral de endividamento; os […]

Para entender as grandes depressões no mundo rico

O gráfico abaixo mostra os balanços das famílias, empresas governo americano e estrangeiros em termos de renda e gasto a partir de dados das contas nacionais. Para as famílias são salários menos consumo; para empresas lucros menos investimentos; para governos tributos menos gastos públicos e para estrangeiros exportações menos importações. Quem esta abaixo da linha […]

Por que a produtividade não aumenta de forma consistente no Brasil?

Aqui a explicação na minha opinião de porque a produtividade não aumenta de forma consistente no Brasil. Grosso do PIB concentrado em serviços não sofisticados. Somos incapazes de produzir bens sofisticados e competir no comercio mundial. ver A Evolução setorial brasileira nos últimos anos, Mapa de produtividade de uma economia, Construindo Complexidade, otimo paper empirico sobre o […]

Breve história de um Brasil que não deu certo

Até 1980 estávamos entre as 3 economias do mundo que mais cresciam. Durante o milagre econômico iniciado em 1968 dobramos nossa renda per capita. Crescíamos a taxas chineses de mais de 10% ao ano nos 70. Nossas exportações de manufaturados aumentavam e a indústria de sofisticava. Nosso grande erro, porém, foi não ter feito o […]

A diferença entre Lula I e II: manufaturas e commodities

A primeira fase do governo Lula foi caracterizada por forte expansão da industria e exportação de manufaturas. Isso pode ser visto na evolução da composição da pauta de exportação e na grande expansão da produção industrial. A segunda fase do governo Lula se caracterizou por forte expansão do credito e retração das manufaturas na pauta […]

O trauma de 2015 e 2016 no Brasil

O Brasil passou por grande trauma entre 2015 e 2016 com queda do PIB acumulada em mais de 8%, talvez a nossa pior crise dos últimos 50 anos. Muitas são as explicações para tamanho tombo; a melhor delas para mim tem o seguinte enredo. O país passou por forte expansão de crédito e alavancagem entre […]

A grande crise cambial do plano do real

Brasil, 13 de Janeiro de 1999. O Banco Central brasileiro manda comunicado para o mercado de câmbio brasileiro avisando que não mais iria intervir para segurar nossa taxa. Chegava ao fim nossa âncora cambial implantada em setembro de 1994 para ajudar na estabilização de preços do plano real. Depois de algum crescimento, nossas contas externas […]

Juro “neutro” no Brasil: a hora da verdade!

O ano de 2017 foi marcado pela queda dos prêmios dos juros futuros brasileiros que vinham de um excessivo desconto por conta da instabilidade política do país, do “desrepresamento” dos preços administrados, da deterioração dos preços das commodities e da consequente desvalorização cambial no biênio 2015 e 2016. Estes eventos combinados resultaram em uma pressão […]

O Brasil é um imenso mar de empregos de baixa qualificação para produzir bens simples e serviços não sofisticados

Uma conta rápida: importamos e exportamos todo ano aproximadamente U$200 bilhões ou 1 trilhão a um câmbio de R$5. Importamos bens super sofisticados: smartphones, maquinas de última geração, Fármacos, química fina, mecânica de alta precisão: o grosso do que importamos são bens industriais que pagam altos salários na produção lá fora (empresas que operam com […]

Movimentos da taxa de câmbio: cuidado!

O gráfico acima mostra a evolução da taxa de câmbio nominal R$/US$ desde o início de 2005 até o final de 2016. Podemos observar quatro grandes períodos de desvalorização da moeda brasileira: o final do regime em Janeiro de 1999, o ataque de 11 de Setembro de 2001, a transição para o governo Lula e […]

A China “destruiu” o Brasil?

A China deu dois golpes fatais no Brasil nos últimos 20 anos. Por um lado desalojou nossa indústria no mercado interno e no mercado mundial com preços baratos, dumping, câmbio ultra competitivo e escalas de produção sem precedentes. Por outro lado ao consumir nossa soja e nosso minério de ferro forçou nossa especialização produtiva nesse sentido, […]

Viva os retornos crescentes!

As maiores fortunas na bolsa brasileira foram feitas com fábricas. Plascar, Forjas Tauros, Weg, Embraer estão entre as empresas que tiveram seu valor em bolsa multiplicado por múltiplos de 5, 10, 20 e até 100x. As empresas industriais têm uma característica comum não encontrada na maioria das empresas do setor de serviços ou no agronegócio, […]