50 anos de exportações no Brasil: não aprendemos nada!

Esses gráficos retirados do atlas da complexidade econômica mostram a evolução das exportações brasileiras desde os anos 60. É possível ver a mudança de nossa estrutura produtiva no sentido de bens mãos mais sofisticados e complexos até os anos 90. Depois começa uma regressão no sentido de produtos agrícolas e minerais que perdura até hoje!

Para entender as grandes depressões no mundo rico

O gráfico abaixo mostra os balanços das famílias, empresas governo americano e estrangeiros em termos de renda e gasto a partir de dados das contas nacionais. Para as famílias são salários menos consumo; para empresas lucros menos investimentos; para governos tributos menos gastos públicos e para estrangeiros exportações menos importações. Quem esta abaixo da linha […]

Viva a indústria

O gráfico acima mostra as taxas de crescimento do PIB e da indústria brasileira desde de 2002. Não é difícil perceber que o PIB é uma versão modulada da serie da indústria. Ou de outro modo, a indústria é um PIB extremado. O gráfico ilustra o que os economistas chamam de relação Kaldor-Verdoorn em homenagem […]

Breve histórico da taxa de juros real no Brasil

O gráfico acima mostra a evolução de nossa taxa de juros desde o início do plano real. A fase de 96-99 exibe a maior média do período. Começamos o plano real com SELIC acima de 50% ao ano para conter o excesso de aquecimento da economia no contexto do plano de estabilização. As crises da […]

Os municípios mais ricos do Brasil são os mais sofisticados!

Para Adam Smith a divisão do trabalho explicava a riqueza das nações. O maior aprimoramento das forças produtivas do trabalho em relação a habilidade, destreza e bom senso com os quais o trabalho é em toda parte dirigido ou executado parecem ter sido resultados da divisão do trabalho.  “A divisão do trabalho e’ limitada pela […]

A China consome quase metade das commodities do mundo!

Em 15 anos o consumo de commodities metálicas e de carvão na China superou todo o consumo do resto do mundo! Os preços explodiram e forçaram a América latina e África à se especializarem ainda mais na produção desses bens. O processo de desindustrialização se agravou, especialmente no Brasil. Ver China a hora da verdade

O setor público brasileiro tem produtividade bem alta e emprega relativamente pouco!

O gráfico acima mostra a produtividade dos diversos subsetores da economia brasileira em 2011. os dados são do GGDC (http://www.rug.nl/ggdc/productivity/10-sector/ ). A produtividade e’calculada como valor adicionado do subsetor/numero de ocupados no subsetor. Os serviços empresariais e a industria são os setores que mais empregam e tem maior produtividade entre os setores que empregam. O […]

Raio X do vale do aço no Brasil

A Região do Vale do Aço fica no interior do estado de Minas Gerais. É composta pelas cidades de Coronel Fabriciano, Ipatinga, Santana do Paraíso e Timóteo e pelo colar metropolitano, que é constituído por outros 24 municípios. A locação da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) pela região, entre 1911 e 1929, levou […]

A economia da bolha

Numa típica bubble economy os preços de imóveis disparam, a bolsa sobe muito e o déficit em conta corrente abre. O câmbio sobrevaloriza. Os não-transacionáveis (terra e trabalho) ficam muito caros e os transacionáveis manufaturados do exterior (carros, eletrônicos, geladeira, fogão) ficam muito baratos em relação aos da indústria doméstica. As importações voam e as […]

Brasil: a economia da padoca

Na economia da padoca a maioria das pessoas está empregada em pequenos comércios, restaurantes, cabeleireiros, padarias e farmácias. Não há grandes indústrias high tech, nem serviços empresariais sofisticados e escaláveis. Não há inovação tecnológica, nem novos produtos. Não há economias de escala nem economias de escopo. Em resumo: não há produtividade! Alguma semelhança com o […]

Boom e bust na economia brasileira

O gráfico abaixo mostra a evolução da absorção doméstica da economia brasileira no pós crise de 2008 (consumo das famílias, gastos do governo e investimento). A taxa de 10% ao ano era claramente insustentável, com ampliação de 8% do PIB e o restante sendo financiado por deficit externo com explosão das importações. A alavancagem de crédito […]

O déficit da balança de manufaturas no Brasil, 2007-2014

Além do enorme déficit na conta de serviços graças a remessas de lucros e juros e pagamentos por leasing de aeronaves, uso de satélites e plataformas de petróleo, a balança comercial de manufaturados atingiu déficit de mais de 100 bilhões de dólares em 2013. Enquanto o preço das commodities estava em alta, era possível financiar […]

O motor do crescimento do Brasil no período 2003-2013: crédito

O gráfico acima mostra a evolução das taxas de crescimento do crédito total no Brasil (livre e direcionado), a taxa de crescimento do PIB e nível médio da SELIC em cada ano. Parece claro no gráfico que a impressionante expansão do crédito no período teve forte impacto na aceleração das taxas de crescimento do PIB; […]

A soja não salva

O grafico acima mostra o valor total de soja em grãos exportado em 2014 e os principais players do mercado mundial. O Brasil ocupa lugar destacado com 40% do mercado. A tabela abaixo mostra a divisão do PIB brasileiro de 2015 (5 trilhões de reais) dividido em seus vários subsetores. A agropecuária representou 5,2% do […]

Movimentos da taxa de câmbio: cuidado!

O gráfico acima mostra a evolução da taxa de câmbio nominal R$/US$ desde o início de 2005 até o final de 2016. Podemos observar quatro grandes períodos de desvalorização da moeda brasileira: o final do regime em Janeiro de 1999, o ataque de 11 de Setembro de 2001, a transição para o governo Lula e […]